Sociedade | 24-05-2022 15:00

Enfermeiros querem estar mais próximos da população

A procura pelo curso superior de enfermagem no Instituto Politécnico de Santarém tem aumentado

Profissionais juntaram-se no Jardim da República, em Santarém, para celebrar o Dia Internacional do Enfermeiro, numa iniciativa promovida pelo Hospital Distrital de Santarém. Estar mais próximo da comunidade para realizar um trabalho de prevenção e promoção de estilos de vida saudáveis é um objectivo que os profissionais devem ter mais em conta, alerta o director do serviço de enfermagem do hospital, João Formiga.

É necessário que os enfermeiros tenham mais contacto e proximidade com a população fora do ambiente dos hospitais e centros de saúde. A opinião é de João Formiga, director do serviço de Enfermagem do Hospital Distrital de Santarém (HDS), numa conversa com O MIRANTE durante uma iniciativa realizada no Jardim da República, a 12 de Maio, que assinalou o Dia Internacional do Enfermeiro. “É essencial para que se promova boas práticas de saúde junto da população de forma a prevenir doenças e garantir hábitos de vida saudáveis”, afirma.
Os enfermeiros do HDS, das Unidades de Saúde Familiar (USF) de Santarém e alunos da Escola Superior de Saúde de Santarém reuniram-se para proporcionar à população rastreios de glicemia, colesterol, tensão arterial, doença pulmonar obstrutiva crónica, entre outros, bem como um workshop de pintura e um desfile temático para mostrar a evolução das fardas no HDS.
O objectivo era promover a despistagem precoce de várias doenças através de rastreios, divulgação de informação e de cuidados e a promoção de estilos de vida saudáveis, as principais funções do enfermeiro, sublinha João Formiga. “A saúde tem de ser encarada como um projecto individual e a intervenção deve ser feita o mais cedo possível, numa óptica de prevenção e sensibilização, considerando que este objectivo só se cumpre se os profissionais de saúde vierem ao encontro das populações”, vinca.
O clínico explica que existem cada vez mais casos de doenças crónicas, como a diabetes ou a hipertensão, que podem ser prevenidas através de iniciativas como esta. João Formiga relembra que, apesar dos avanços na medicina e no combate a essas patologias, deve-se “acrescentar vida aos anos e não anos à vida”.

Promover a saúde é cada vez mais importante, bem como a despistagem de várias doenças
Promover a saúde é cada vez mais importante, bem como a despistagem de várias doenças

Um bom enfermeiro não é o que tem a melhor técnica
Para a coordenadora da Unidade de Cuidados na Comunidade da Unidade de Saúde Familiar de São Domingos, um bom enfermeiro é o que tem a capacidade de ouvir as necessidades dos doentes e conseguir passá-las para a equipa médica, não descurando a qualidade dos primeiros cuidados prestados. “Cada doente tem as suas especificidades. Há uma necessidade absoluta de entender o que cada pessoa está a sentir e conseguir fazê-lo é o que distingue um bom enfermeiro”, vinca Manuela Vieira. Sublinha que é uma tarefa difícil, pois os enfermeiros cruzam caminhos com dezenas de doentes por dia, de várias faixas etárias e contextos sociais e pessoais diversos. A mesma opinião partilha João Formiga, considerando que os enfermeiros são o principal elo de ligação entre doentes e profissionais de saúde.
Manuela Vieira e João Formiga são da opinião que a procura de ordenados mais elevados tem levado cada vez mais enfermeiros a emigrar. Ainda assim, o director do serviço de enfermagem do HDS reconhece que a situação está a melhorar gradualmente e que há cada vez menos enfermeiros a optar pelo estrangeiro para seguir a carreira.
Também a procura pelo curso superior de Enfermagem no Instituto Politécnico de Santarém tem aumentado. A directora da Escola Superior de Saúde, Hélia Dias, afirma que no último ano houve um aumento exponencial nas candidaturas, com mais de 900 candidatos a tentar ingressar no curso. Números muito superiores à média de anos anteriores, onde se registavam cerca de 300 candidaturas. A directora considera que o aumento significativo deve-se ao facto de a pandemia ter chamado a atenção dos jovens para o sector da saúde e especialmente para a necessidade de termos no Sistema Nacional de Saúde (SNS) enfermeiros dedicados e competentes.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1597
    01-02-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1597
    01-02-2023
    Capa Médio Tejo