Sociedade | 22-08-2022 16:46

Aeroporto em Santarém é notícia do dia das mentiras

FOTO ILUSTRATIVA – FOTO DR

O jornal Expresso publicou nos últimos dois meses duas notícias sobre a possibilidade de um investimento privado de mil milhões de euros num aeroporto em Santarém; os textos não adiantam nomes de empresas investidoras nem promotoras. A notícia é classificada pelos autarcas e dirigentes associativos como uma brincadeira do 1º. de Abril.

O jornal Expresso online publicou no final da passada sexta-feira, pela segunda vez em dois meses, a  notícia sobre a possibilidade da construção de um aeroporto em Santarém. Tanto na primeira como na segunda notícia o Expresso não avançou com o nome das empresas investidoras nem das promotoras, nem de nomes ligados ao projecto, que o Expresso diz que é inteiramente privado e que pode chegar aos mil milhões de euros.

“As notícias parecem encomendadas” dizem a maioria dos autarcas e dos empresários da região com quem O MIRANTE falou ao longo deste últimos dias. “Daqui a pouco regressamos à solução da OTA”, brinca um dos dirigentes ribatejanos que também falou com O MIRANTE. “Alcochete é o lugar do futuro aeroporto para todos os autarcas da região independentemente de filiações partidárias”, diz outro que é presidente de um dos concelhos mais importantes e  dinâmicos do distrito de Santarém,.

“Desde Beja até Leiria (Monte Real) já todas as regiões ofereceram aeroporto a Lisboa. Na nossa região, presumindo que não pode ser na Lezíria, porque não há uma bolsa de terrenos para um aeroporto, sobra o Médio Tejo, e Tancos, que é um aeroporto militar o que obrigaria à intervenção do Estado”.

Querer anunciar publicamente o “Heathrow de Santarém” sem revelar a origem dos capitais para os primeiros trabalhos é descredibilizar todo o processo, diz outro dirigente político acentuando o pouco crédito da notícia apontando ainda o facto de estarmos no verão e ser preciso “animar a malta”.

Um deputado do PSD disse a O MIRANTE que leva “a sério as notícias do Expresso e que certamente há alguém com muita credibilidade por trás desta notícia para que o jornal arrisque publicar dois textos sobre o mesmo assunto, sem citar um único nome, empresa ou investidor, mas até eu já acredito em bruxas”, diz em jeito de brincadeira.

Tendo em conta, como acrescenta a notícia, que a distância do aeroporto não pode ser a menos de 75 quilómetros de Lisboa, devido à área de exclusividade, atribuída à ANA ( Aeroportos e Navegação Aérea) o mais certo é estarmos a falar de território do Médio Tejo” adianta um autarca do PS (Partido Socalista) que disse ainda a O MIRANTE que Santarém acabou de perder para Leiria a centralidade da linha ferroviária que liga Lisboa ao Porto.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1588
    01-09-2021
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1588
    01-09-2021
    Capa Vale Tejo