Sociedade | 25-09-2022 18:00

Dornes é um paraíso para os visitantes mas não para os moradores

Bruno Gomes, que lidera a Câmara de Ferreira do Zêzere há cerca de um ano, prepara investimento de mais de um milhão de euros para revitalizar a aldeia de Dornes

O MIRANTE esteve na aldeia “maravilha” do concelho de Ferreira do Zêzere para ouvir as queixas das poucas dezenas de residentes sobre a falta de acessibilidades, multibanco, higiene e fibra óptica. Presidente da câmara fala em investimento de mais de um milhão de euros para revitalizar Dornes.

Dornes foi considerada uma das Sete Maravilhas de Portugal, mas para os moradores da aldeia do concelho de Ferreira do Zêzere a distinção não teve em consideração muitas lacunas que, de certa forma, mancham a imagem de “beleza natural”. Elvira Cotrim, uma das moradoras com quem O MIRANTE conversou, desfia um rol de críticas: “Os acessos ao rio estão um caos; faltam casas-de-banho nas duas margens; a entrada da aldeia está uma vergonha; há anos que andamos a pedir televisão por cabo; muitos dias os terminais de multibanco não funcionam porque estão sem rede, os telemóveis também não dão e não temos caixa multibanco. Parece que estamos no fim do mundo”.
Maria Flor Silva pede para entrar na conversa para apontar mais alguns aspectos que podem ser melhorados. “Aqui faz falta um sítio para as pessoas conviverem. E faz falta, acima de tudo, olharem mais pela aldeia. Se Dornes é uma das sete maravilhas de Portugal porque é que há falta de limpeza?”, questiona, acrescentando que a recolha de lixo é muitas vezes demorada, situação que origina a presença de muitas moscas e outros animais.
Vasco Carvalho é outros dos residentes a considerar que Dornes é uma maravilha, mas está muito mal aproveitada. Sendo uma aldeia destinada ao turismo não compreende como os trilhos da serra não estão bem marcados. “É preciso identificar os sítios para os turistas tirarem fotografias porque toda a gente procura Dornes por ser fotogénica. Arranjem os caminhos, façam limpezas e digam aos madeireiros para limparem o que sujam porque é um perigo por causa dos incêndios”, sublinha.

Investimentos para revitalizar a aldeia
Se há pessoa que tem noção que a aldeia de Dornes tem muito que melhorar é Bruno Gomes, presidente da Câmara de Ferreira do Zêzere. No entanto, o autarca socialista, que cumpre o primeiro mandato como presidente, afirma a O MIRANTE que vão ser realizados investimentos de um milhão de euros para revitalizar o espaço público. Recentemente tiveram início as obras de recuperação dos sanitários públicos, encerrados há seis anos, um sinal de que o futuro tem tudo para ser diferente, no ponto de vista do autarca de 37 anos.
“Estamos a trabalhar no projecto de revitalização de Dornes com o arquitecto João Santa-Rita para tratarmos da melhoria de tudo o que são os espaços envolventes. O objectivo é termos uma ponte pedonal que una as duas margens do rio, uma piscina fluvial e projectamos também uma intervenção no acesso e zona envolvente da torre templária, bem como a sua requalificação. Já cá trouxemos a presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, Isabel Damasceno”, conta.
Bruno Gomes quer colocar tudo o que é fios e cabos debaixo de terra, tratando das infra-estruturas de comunicação este ano ou no início do próximo. “Falámos com a Altice e a falta de fibra não nos deixa para já instalar o multibanco”, disse, lamentando que o concelho não tenha peso suficiente para cativar as empresas a investir na colocação de fibra”.
Uma praia fluvial oficial é um dos grandes objectivos do actual executivo. “No novo plano de ordenamento da albufeira de Castelo do Bode já está salvaguardada a situação para termos a praia fluvial, com um bar concessionado e casas-de-banho. Percebo que as pessoas queiram investimento, mas as coisas não se fazem de um dia para o outro “, salientou Bruno Gomes.

Elvira Cotrim
Elvira Cotrim
Maria Flor Silva
Maria Flor Silva
Vasco Carvalho
Vasco Carvalho

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1587
    01-09-2021
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1587
    01-09-2021
    Capa Vale Tejo