Sociedade | 26-09-2022 18:00

Utentes de saúde de Azambuja, Benavente e Vila Franca de Xira vão protestar na A1

Marcha lenta está marcada para 30 de Setembro, na auto-estrada do Norte entre os nós do Carregado e Aveiras de Cima. Acção destina-se a reivindicar melhores condições de atendimento.

Utentes dos centros de saúde de Azambuja, Alenquer, Alverca, Vila Franca de Xira e Benavente vão concentrar-se no dia 30 de Setembro junto a cada uma das infraestruturas e realizar uma marcha lenta, num protesto para exigir melhores condições. As acções foram concertadas durante uma reunião que juntou, no dia 13 de Setembro, representantes dos utentes de saúde na Castanheira do Ribatejo, concelho de Vila Franca de Xira.
Para reivindicar melhores condições de atendimento, está marcada uma marcha lenta para as 17h30 do dia 30 de Setembro, entre as portagens do Carregado e de Aveiras de Cima da auto-estrada do Norte, bem como uma concentração em cada um dos centros de saúde, pelas 18h30. Os representantes dos utentes de saúde da Azambuja, Alenquer, Alverca, Vila Franca de Xira, no distrito de Lisboa, e Benavente, no distrito de Santarém, querem ainda enviar ao primeiro-ministro um documento com as várias exigências.
Em declarações à Lusa, o representante do movimento cívico pela saúde na Azambuja, Armando Martins, salientou que mais de 80% da população deste concelho do distrito de Lisboa não tem médico de família, o que implica que várias pessoas sejam transferidas para a Póvoa de Santa Iria, a cerca de 50 quilómetros de distância, para ter acesso a uma consulta. Armando Martins denunciou ainda que nos centros de saúde de Azambuja e Alenquer não há, como por exemplo, ar condicionado, o que leva a que no Verão as pessoas sejam atendidas com 35º a 40º ou que “no Inverno não se possam despir por causa do frio”.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1587
    01-09-2021
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1587
    01-09-2021
    Capa Vale Tejo