Sociedade | 27-09-2022 10:00

Música é fundamental para a formação das crianças

João Dias dirige a Banda Filarmónica Benaventense há 12 anos

João Dias tem a música como paixão desde a infância. É maestro da Banda Filarmónica Benaventense há 12 anos e já partilhou o palco com nomes sonantes da música nacional

Aprender música e saber ler uma pauta é uma parte fundamental da formação e desenvolvimento harmonioso das crianças. A ideia é defendida por João Dias, maestro da Banda Filarmónica Benaventense, que salienta a importância que a música teve quando era criança e jovem. Acredita que a música é uma peça fundamental e que muitas vezes os pais desvalorizam o papel da mesma nos anos formativos dos seus filhos.  
João Dias nota que a música deve começar por ser algo lúdico e divertido, sem muita pressão, e que deve ser encarada até como uma forma de descontração do dia-a-dia. “É importante para as crianças experimentarem diversos instrumentos e dar-lhes a oportunidade de escolher com o qual mais se identificam”, diz o maestro, para quem as filarmónicas são muito importantes enquanto conservatórios da vida.
Justifica as suas palavras não só na experiência pessoal mas por ver as diferenças no comportamento dos seus alunos e elementos da banda. “Tenho a oportunidade de acompanhar alguns jovens e com o passar do tempo conseguimos perceber a mudança no seu comportamento e os pais confirmam. A música dá-lhes a oportunidade de explorar o que sentem e de o transmitir sobre a forma de som”, refere a O MIRANTE.  
O maestro admite que os jovens de hoje são muito difíceis de cativar e chamar para as bandas filarmónicas mas gosta de apostar em estilos musicais mais actuais como o pop, o rock e até as músicas populares para os incentivar, método que diz estar a resultar, embora não seja fácil.  

Música começou com as panelas
João Dias diz que a música está-lhe no sangue e não se vê a fazer outra coisa na vida. “A minha mãe contava que a primeira vez que fiz música foi aos três anos de idade. Peguei nas panelas e numa colher de pau e comecei a bater e a formar sons. Desde então a música é a minha vida e não sei o que seria de mim sem música”, conta.
Guarda memórias da sua infância e da influência que o passado musical da sua família teve na sua vida ao crescer. Há mais de três gerações que a família do maestro se dedica à música. “Os meus bisavós, os meus avós, os meus tios e os meus pais fizeram música e incutiram em nós, gerações mais novas, o mesmo carinho e amor”, explica com orgulho. A Filarmónica Benaventense continua a sua jornada de crescimento e tenta diariamente cativar novos músicos para as suas fileiras.
Natural de Fermentelos, Águeda, João Dias lembra que as primeiras aulas de música que teve foram ao balcão de uma loja tradicional, algo que diz ter sido uma das melhores formações que teve até hoje. “Foram lições únicas e tão importantes que muitos de nós continuamos ligados ao mundo da música, em níveis diferentes, mas continuamos”, recorda. Foi nessa altura que descobriu o instrumento que toca até aos dias de hoje, o clarinete, ainda que também saiba tocar piano, guitarra e saxofone.
A oportunidade de dirigir surgiu quando sugeriu formar uma banda apenas para os mais jovens. “Criámos a banda juvenil, com cerca de 20 elementos, e apontaram-me logo para dirigir a banda e fizemos isso no início da década de 1980”, conta. A partir daí nasceu o gosto por liderar e é algo que continuou a aprender e a desenvolver.

Partilhar palco com os famosos

Ao longo de mais de três décadas de carreira João Dias tem vindo a acumular um vasto leque de projectos. Passou por diversas bandas e já partilhou palco com nomes como Herman José, Mário Laginha, Ruben Simeó, André Sardet, Paulo de Carvalho, Ana Bobone, Anabela, Carlos Guilherme, Sofia de Castro, entre outros. O seu projecto mais recente é o seu canal na plataforma Youtube onde partilha os vários concertos que tem feito ao longo dos anos, uma experiência que diz estar a ser bastante interessante.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1587
    01-09-2021
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1587
    01-09-2021
    Capa Vale Tejo