Sociedade | 29-09-2022 11:59

Grupo Valouro confirma negócio com aviários de Vila Franca de Xira

Grupo Valouro confirma negócio com aviários de Vila Franca de Xira

Câmara disse desconhecer o negócio mas a empresa confirma: há movimentações em curso para adquirir os aviários desactivados na zona de Santa Sofia em Vila Franca de Xira. Investimento de 2,5 milhões de euros permite criar uma dezena de postos de trabalho.

O Grupo Valouro, em resposta a O MIRANTE, confirma o negócio para comprar os antigos pavilhões de Santa Sofia em Vila Franca de Xira onde em tempos funcionaram aviários e diz mesmo que poderá vir a criar até dez postos de trabalho.

O MIRANTE avançou em primeira mão com esta história na sua edição em papel que está nas bancas esta quinta-feira, 29 de Setembro, mas onde até à hora de fecho da edição não tinha havido confirmação da empresa, que chegou entretanto na tarde de quarta-feira, dia 28.

“Existe efectivamente a expectativa de aquisição de um núcleo avícola situado em Vila Franca de Xira, composto por quatro pavilhões, cuja construção remonta a meados da década de 80 e que, embora se tenham mantido em actividade até 2014, encontram-se actualmente em mau estado de conservação e tecnologicamente obsoletos”, refere fonte oficial da empresa.

Dada a configuração topográfica do terreno em que se encontram os pavilhões, a Valouro diz que não será possível a construção de nenhum pavilhão adicional, sendo que se mantém a “viabilidade de requalificação dos pavilhões existentes, adequando-os às boas práticas em vigor e aos padrões de exigência higiossanitária e de bem-estar animal, empregues pelo Grupo Valouro em todas as suas instalações”, explica.

A Valouro estima um investimento de 2,5 milhões de euros para requalificar o espaço. “Na nossa humilde opinião não existe qualquer fundamento para preocupação por parte dos moradores confinantes, na medida em que ainda não existe previsão para o reinicio da actividade no dito núcleo, o qual, a acontecer, seria sempre antecedido de obras de requalificação para adaptação dos pavilhões às melhores técnicas disponíveis e ao cumprimento de todas as exigências de saúde, higiene e segurança”, conclui.

Câmara desconhece negócio

A Câmara de Vila Franca de Xira e o seu presidente, Fernando Paulo Ferreira, nega ter recebido qualquer pedido de licença de utilização dos pavilhões existentes em Santa Sofia e acrescenta que os processos existentes nos serviços municipais sobre aqueles pavilhões “encontram-se sem desenvolvimento há mais de 20 anos” e que, por isso, foram arquivados em Maio de 2021.

No entanto, a fonte contactada pelo nosso jornal, leitora e ex-autarca em Lisboa e em Vila Franca de Xira, não tinha dúvidas de que estavam a haver movimentações de bastidores com vista a instalar na cidade um conjunto de aviários de criação de perus. Uma situação que, acontecer, deixa os moradores receosos com medo de potenciais impactos nocivos.

Em causa, recorde-se, estará uma alternativa a aviários na zona de Óbidos que foram encerrados depois de uma longa batalha junto das entidades do ambiente por parte das Câmaras de Óbidos e Peniche e dos promotores de dois empreendimentos turísticos do local, incluindo o Marriott Golf & Beach Resort. Essas entidades pediram a redução da produção devido aos impactos causados, sobretudo excesso de moscas e melgas na zona e maus-cheiros provenientes das camas da criação de perus.

O Grupo Valouro explica agora a O MIRANTE que sobre o núcleo de aviários da Serra Del Rei “importa notar que a empresa exploradora foi detentora de uma Licença Ambiental, emitida pela Agência Portuguesa do Ambiente em 17/07/2009, com a validade de cinco anos (até 17/07/2012)” e que dado o contexto socioeconómico vivido à época e enquadrado na estratégia produtiva do Grupo Valouro, “o núcleo da Serra d’El-Rei foi desactivado no final do ano de 2009, por decisão do Conselho de Administração – e não da APA, não tendo sido ordenada, nem realizada, até à presente data, a demolição de qualquer pavilhão ou edificação integrante daquele núcleo”, esclarece.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1588
    01-09-2021
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1588
    01-09-2021
    Capa Vale Tejo