Sociedade | 08-11-2022 15:00

A caminhada de José Sousa em prol de uma vida saudável

Para José Sousa o mais importante é manter uma vida activa

José Sousa fundou grupo de Caminheiros de Aqui e d’Além e tenta promover o bem-estar e a qualidade de vida através de caminhadas por Vila Franca de Xira e arredores.

Stress? Ansiedade? Excesso de peso? O melhor medicamento é caminhar garante o líder do grupo Caminheiros de Aqui e D’Além, grupo fundado por José Sousa que promove caminhadas informais no concelho de Vila Franca de Xira e arredores. A 23 de Outubro juntou uma dezena e meia de pessoas numa caminhada de 17 quilómetros, apoiada pela Câmara de Vila Franca de Xira, em torno das Linhas de Torres.
José Sousa, 58 anos, sentiu em 2017 que o sedentarismo o estava a prejudicar e a fazer ganhar peso para lá do limite razoável. Uma tarde, decidiu sair de casa e fazer 18 quilómetros a pé para ir levantar uma compra que tinha feito. Nesse mesmo dia, depois de chegar a casa encharcado em suor, ao pesar-se percebeu que tinha perdido peso. Depois de uma noite descansada decidiu que voltaria a repetir os passeios por se sentir motivado a combater o sedentarismo. 
O peso de José Sousa começou a regredir ao ritmo das caminhadas, que foram aumentando de distância, inclinação e dificuldade. Em 2019 participou em mais de 60 caminhadas, percorrendo 1.200 quilómetros, organizados por mais de 20 instituições diferentes. “Sou meio doido nestas coisas, admito. Comecei a andar mais e mais e agora faço caminhadas de 70 quilómetros. É um gosto e um vício que se cria”, explica a O MIRANTE. 
Por se sentir motivado a caminhar e por ter visto a perda de peso que enfrentou, procurou motivar outros a seguir-lhe o exemplo, baseando-se no que tinha aprendido com as experiências nas caminhadas passadas. Criou um grupo informal em 2020 nas redes sociais e as pessoas foram começando a juntar-se. Actualmente nas caminhadas que organiza, pelo menos uma por mês, a participação tem rondado entre os 10 e os 50 participantes, dependendo das distâncias percorridas, do estado do tempo e dos terrenos por onde passam.

Saúde mental é importante
A saúde mental é para José Sousa um pilar da caminhada, por haver espaço para convívio de grupo antes, durante e após a caminhada. E mesmo quando caminha sozinho sente-se em paz, pondo de parte o stress e preocupações do quotidiano. Foi com essa paz de espírito que um dia chegou a fazer mais de meio caminho até Fátima desde Vila Franca de Xira. “Se sentem que têm peso a mais, se se sentem stressados, se sentem que precisam de espairecer, se acham que o corpo não aguenta uma corrida nem nada fisicamente mais exigente, andem. Andar ajuda a perder peso e é mais brando no corpo que uma corrida. Andem pouco de cada vez, mas andem, seja com a família, à beira-mar, com os amigos. Andar pouco de cada vez é melhor do que estar sentado em frente à televisão todo o dia”, recomenda.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1588
    01-09-2021
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1588
    01-09-2021
    Capa Vale Tejo