Sociedade | 09-11-2022 21:00

Administração Regional de Saúde muito preocupada com situação de Azambuja

Em todo o concelho há apenas um médico de família para 22 mil pessoas e entidades da saúde garantem estar a estudar soluções de recurso.

Azambuja está no topo das preocupações actuais da Administração Regional de Saúde (ARS) de Lisboa e Vale do Tejo e o presidente do conselho directivo daquela entidade, Luís Pisco, diz a O MIRANTE estar a acompanhar a situação com muita preocupação. Actualmente naquele concelho de 22 mil pessoas existe apenas um médico de família ao serviço e os utentes consideram a situação insustentável e desumana.
“Azambuja é uma das nossas maiores preocupações porque gostaríamos de prestar os melhores serviços à população. A saída de médicos para a reforma foi uma coisa enorme que não há maneira de se conseguir resolver de um dia para o outro. Estamos muito cientes do que se está a passar e estamos à espera de a todo o momento encontrar soluções”, explica.
Entre as soluções em cima da mesa está a abertura de um concurso com 200 vagas para toda a região, Azambuja incluída, que ainda pode vir a dar frutos. Outras opções incluem a possibilidade de estabelecer protocolos com Instituições Particulares de Solidariedade Social que tenham médicos ao serviço. “Temos de usar tudo o que conseguirmos para melhorar esta situação”, refere.
A Câmara de Azambuja, recorde-se, tem vindo a alertar o Ministério da Saúde e a ARSLVT para o consecutivo agravar da falta de clínicos, que nem o regulamento de incentivos à fixação lançado pelo município conseguiu mitigar. O presidente do município, Silvino Lúcio, disse a O MIRANTE que a autarquia pediu uma audiência com o ministro da Saúde, Manuel Pizarro, que através de uma missiva já foi informado da situação insustentável em que estão a funcionar os serviços de saúde no concelho. Além da Unidade de Cuidados de Saúde Primários (UCSP) de Azambuja, onde trabalha o único médico a tempo inteiro para responder a 12 mil utentes, existem no concelho outros três pólos de saúde, em Manique do Intendente, Alcoentre e Aveiras de Cima, sendo que apenas nestes últimos estão dois médicos a fazer algumas horas.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1588
    01-09-2021
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1588
    01-09-2021
    Capa Vale Tejo