Sociedade | 11-11-2022 16:26

Hospital de Santarém com exames de ressonância magnética fetal 

Hospital de Santarém com exames de ressonância magnética fetal 

A Ressonância Magnética fetal possibilita imagens detalhadas do feto em desenvolvimento, permitindo o estudo rigoroso do cérebro, coluna vertebral, tórax, abdómen e pélvis.

O Hospital Distrital de Santarém (HDS) já tem disponível os exames de ressonância magnética (RM) fetal. O início da realização desta técnica de diagnóstico foi possibilitado pela recente aquisição de um moderno equipamento de RM de 3 Tesla. Segundo Isabel Sapeira, directora do Serviço de Radiologia, a RM fetal é uma técnica de imagem diagnóstica complementar à ecografia fetal, utilizada em contextos específicos. “Apesar de pouco frequentes, existem situações particulares em que a realização de RM fetal permite aumentar a sensibilidade e especificidade no diagnóstico de malformações/lesões do feto”, explica. 

A médica acrescenta que a RM fetal possibilita imagens detalhadas do feto em desenvolvimento, permitindo o estudo rigoroso do cérebro, coluna vertebral, tórax, abdómen e pélvis. Quanto às indicações para a realização de RM fetal, Isabel Sapeira explica que as mais frequentes são o esclarecimento de imagens duvidosas na ecografia, ventriculomegália, anomalias da fossa posterior, alterações do corpo caloso, suspeita de lesões encefálicas, complicações na gravidez gemelar antes ou após procedimentos médicos intrauterinos, espinha bífida, hérnias diafragmáticas, malformações pulmonares, atresias esofágicas, entre outras. 

De acordo com a directora, o exame é habitualmente realizado durante os 2.º e 3.º trimestre de gravidez, não implicando qualquer risco para a grávida ou para o feto. No HDS existe uma equipa com formação específica nesta área, composta por um médico neurorradiologista e por técnicos de radiologia que receberam formação específica na realização destes exames. 

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1587
    01-09-2021
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1587
    01-09-2021
    Capa Vale Tejo