Sociedade | 16-11-2022 07:00

Grupo criminoso de Tomar arrecadou 800 mil euros em vários roubos

Grupo criminoso de Tomar arrecadou 800 mil euros em vários roubos

Três homens e duas mulheres, residentes em Tomar, tinham como alvo preferencial pequenos empresários e comerciantes de idade avançada. Dois dos suspeitos estão em prisão preventiva por homicídio qualificado.

O grupo criminoso de Tomar que é acusado de matar uma mulher numa localidade de Vila Nova de Foz Côa, em 2018, terá arrecadado mais de 800 mil euros em mais de 20 roubos entre 2017 e 2021 na região Centro, segundo a Lusa. O grupo é constituído por três homens e duas mulheres que residiam em Tomar e que tinha como alvo preferencial pequenos empresários e comerciantes de idade avançada que moravam em localidades afastadas de centros urbanos, a maioria nos distritos de Coimbra e Guarda.

Liderado por um homem de 40 anos, o grupo engendrou um plano para roubar dinheiro e ouro que as vítimas guardavam em casa, realizando a maioria dos assaltos quando as pessoas não estavam em casa. No entanto, em quatro ocasiões, as vítimas estavam nas suas residências e os nesses casos, dois dos cinco arguidos recorreram a variadas formas de violência para tentar obter chaves ou códigos de cofres que acreditavam existir nas residências.

Numa das situações reportadas pelo Ministério Público, a 12 de Dezembro de 2018, uma mulher, que residia em Vale da Teja, em Vila Nova de Foz Côa, distrito da Guarda, acabou por morrer fruto da violência a que terá sido sujeita.

Artigo desenvolvido numa próxima edição de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1587
    01-09-2021
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1587
    01-09-2021
    Capa Vale Tejo