Sociedade | 18-11-2022 21:00

Junta de Alverca e Sobralinho entrega materiais escolares a alunos carenciados

Junta de Alverca e Sobralinho entrega materiais escolares a alunos carenciados
Iniciativa da Junta de Alverca e Sobralinho vai permitir que alunos do Agrupamento de Escolas do Bom Sucesso vá beneficiar dos materiais angariados pela campanha solidária

Projecto Mochila Cheia vai ajudar os alunos com maiores carências financeiras a terem novas oportunidades de aprender com materiais em condições.

Onda solidária promovida pela junta de freguesia angariou centenas de materiais escolares.

A população de Alverca do Ribatejo e Sobralinho respondeu em força ao desafio lançado pela junta de freguesia para apoiar as crianças e jovens de famílias carenciadas e com isso o projecto Mochila Cheia angariou centenas de materiais para dar a quem mais precisa. Um balanço bastante positivo que faz com que o executivo da junta confirme a O MIRANTE que a campanha será para continuar em 2023 talvez noutros moldes de forma a abrir-se o leque de parcerias, para que possam ser apoiados ainda mais crianças e jovens.
Com o esforço colectivo conseguiram-se reunir este ano 388 dossiês, 26 mochilas, 108 pastas, 40 blocos de folhas e centenas de canetas, lápis de carvão e de cor, entre outros artigos. O MIRANTE acompanhou a entrega de uma parte dos materiais no Agrupamento de Escolas do Bom Sucesso, onde oito dezenas de alunos do 1º ciclo vão beneficiar desta ajuda.
Para o presidente da junta, Cláudio Lotra, o projecto demonstra a generosidade da comunidade e para Carlos Reis, director do agrupamento de escolas, é uma excelente parceria entre a comunidade escolar e as entidades oficiais. “Fizemos uma recolha de materiais onde pedíamos a toda a gente das freguesias que contribuísse com materiais escolares para ajudarmos as crianças que não têm tantas condições de os comprar. Graças à generosidade dos habitantes das nossas freguesias conseguimos uma boa quantidade de doações”, explica o autarca.
Num agrupamento de escolas com mais de 900 alunos o director explica que estão sempre atentos aos alunos e aos apoios sociais que possam precisar. “Não posso afirmar se aumentou ou diminuiu o número de crianças que precisam de apoios sociais, mas posso dizer que o número de alunos nessas situações acompanha as mudanças que vão acontecendo no país”, conta Carlos Reis a O MIRANTE.
Joana Simões, vogal do executivo da União de Freguesias de Alverca do Ribatejo e Sobralinho, faz um balanço positivo da recolha que decorreu durante o mês de Setembro e não deixa de saudar toda a comunidade da união de freguesias pela sua generosidade.
Os materiais angariados estão a ser divididos e serão também entregues em algumas instituições, como o Centro Social para o Desenvolvimento do Sobralinho e a União Desportiva e Cultural da Aldeia do Sobralinho (UDCAS).

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1587
    01-09-2021
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1587
    01-09-2021
    Capa Vale Tejo