Sociedade | 18-11-2022 15:00

Profissionais do CHMT recebem formação em gestão de catástrofe

Profissionais do CHMT recebem formação em gestão de catástrofe

Centro Hospitalar do Médio Tejo é uma das primeiras instituições do país a adoptar a metodologia da Organização Mundial de Saúde.

Um grupo de três dezenas de profissionais de saúde das três estruturas hospitalares do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) receberam formação da Academia da Organização Mundial de Saúde (OMS) para aprender a responder de forma eficaz a uma situação de catástrofe de grande escala.
O objectivo foi cumprido e as unidades estão mais capacitadas para responder a uma calamidade que venha a envolver um grande número de vítimas que necessitem de cuidados hospitalares. A formação intensiva tinha o nome de “Gestão de Incidentes Multivítimas”.
Foram dados alguns exemplos de catástrofes, como um fenómeno natural extremo, catástrofe ambiental, desastre industrial, acidente de viação de grande escala, um acto de terrorismo, entre outros acontecimentos.
Os hospitais de Torres Novas, Tomar e Abrantes são dos primeiros a nível nacional a adoptar esta metodologia, que permite gerir um cenário de catástrofe, aumentando a capacidade de resposta da instituição muito rapidamente, permitindo assim salvar mais vidas num cenário de grande pressão.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1588
    01-09-2021
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1588
    01-09-2021
    Capa Vale Tejo