Sociedade | 23-11-2022 21:28

“Banco Alimentar Contra a Fome de Santarém é o maior fenómeno de voluntariado e temos orgulho nisso”

“Banco Alimentar Contra a Fome de Santarém é o maior fenómeno de voluntariado e temos orgulho nisso”

Tomada de posse dos novos órgãos sociais decorreu esta quarta-feira, 23 de Novembro, com uma equipa de continuidade.

Marco Aurélio Constantino é o novo presidente da direcção do Banco Alimentar Contra a Fome de Santarém. A tomada de posse decorreu ao final da tarde desta quarta-feira, 23 de Novembro, na Sala de Leitura Bernardo Santareno, em Santarém, e contou com a presença da presidente da Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares Contra a Fome, Isabel Jonet. Marco Constantino referiu, durante o discurso de tomada de posse, que esta é uma nova equipa mas que dá continuidade ao trabalho dos anteriores órgãos sociais, liderados por Ramiro Matos, que é agora o presidente da assembleia-geral.

Ramiro Matos destacou a importância do voluntariado e que o Banco Alimentar Contra a Fome de Santarém teve, no total, desde que arrancou o projecto há 14 anos, cerca de oito mil voluntários na região em que actua, na Lezíria do Tejo. “O Banco Alimentar é o maior fenómeno de voluntariado do país e temos muito orgulho nisso. Esta é das regiões mais pobres do país o que nos coloca uma responsabilidade acrescida”, reforçou durante a tomada de posse.

Marco Aurélio Constantino começou o seu percurso no Banco Alimentar como voluntário e aceitou o desafio de presidir à direcção da instituição. “Queremos consolidar esta instituição de referência no apoio a quem mais precisa. Queremos continuar a dar do nosso tempo e temos muitos desafios por realizar. Arregaçamos as mangas para abraçar esta causa que é de todos. Queremos que toda a comunidade se identifique com a toda a actividade que desenvolvemos ao longo do ano”, resumiu o advogado.

Isabel Jonet deixou o apelo para que haja um reforço de voluntários, que nunca são demais. “Que o Banco Alimentar consiga levar comida à mesa de quem tanto precisa nesta região e que continuemos no combate ao desperdício alimentar. É bom ver este Banco Alimentar cada vez mais robusto mas pode sempre ganhar maior dinâmica no voluntariado”, sublinhou Isabel Jonet.


* NOTÍCIA COMPLETA NUMA DAS PRÓXIMAS EDIÇÕES SEMANAIS DE O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1587
    01-09-2021
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1587
    01-09-2021
    Capa Vale Tejo