Sociedade | 23-11-2022 15:00

Empresas continuam a poluir ambiente em Alcanena

Empresas continuam a poluir ambiente em Alcanena
Câmara de Alcanena promete ser implacável com empresas que não cumpram regras e provoquem maus cheiros no concelho

Câmara de Alcanena promete ser implacável com empresas que não cumprem regras ambientais. Maus cheiros voltaram a sentir-se na vila durante dois dias.

O presidente da Câmara de Alcanena avisou que o executivo será implacável com as empresas que não cumpram as regras estabelecidas e provoquem maus cheiros no concelho. Rui Anastácio (PSD/CDS/MP) explicou na última reunião de câmara que houve uma situação de maus cheiros, que durou dois dias, provenientes de uma empresa, afirmando que não é tolerável que as empresas não cumpram escrupulosamente com o que estão obrigadas a nível ambiental. “Está em causa não só a saúde das pessoas como a sua qualidade de vida”, sublinhou o autarca em resposta a uma questão levantada pelo vereador da oposição José Luís Ramos (PS).
O vereador Nuno Silva, que detém o pelouro do Ambiente, confirmou a situação e esclareceu que o cheiro deve-se normalmente à acção dos sulfuretos e não das lamas. Rui Anastácio afirmou que alguns industriais do ramo do couro já foram convocados para uma reunião na Aquanena – Empresa Municipal de Águas e Saneamento de Alcanena – onde foi exigido um melhor tratamento e o cumprimento do regulamento de descarga. “A próxima fase, para quem não cumpra, é a fiscalização municipal às empresas. Foi dada indicação à fiscalização da Aquanena para fazer outro tipo de controlos como ter atenção se os equipamentos de desodorização estão a funcionar. É preciso haver mais atenção no controlo e fiscalização”, sublinhou o autarca.
Rui Anastácio explicou que a maioria dos problemas está relacionado com a dessulfurização nas próprias empresas. “Sabemos que, por vezes, não é um processo, do ponto de vista técnico, muito fácil de controlar, mas tem de haver maior rigor e um grande empenho por parte das empresas. E muitas vezes não existe”, lamentou, acrescentando: “seremos implacáveis com as multas que estão em processo para quem não cumprir com as licenças de descargas”.
A situação dos maus cheiros em Alcanena é recorrente há vários anos por causa da indústria do couro mas nos últimos tempos a situação tem estado controlada. Houve alturas em que era impossível estar na rua, e até em casa, com o cheiro a podre que se sentia no concelho.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1587
    01-09-2021
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1587
    01-09-2021
    Capa Vale Tejo