Sociedade | 24-11-2022 07:00

Funcionária judicial usou dinheiro do tribunal no vício das Raspadinhas

Foi apanhada em 2019 e demitida em 2020, tendo agora sido condenada pelo tribunal numa pena suspensa.

Uma funcionária judicial há 21 anos que pertencia ao núcleo de Torres Novas, mas que estava colocada no juízo de proximidade de Alcanena, usou o dinheiro que recebia da emissão de certificados de registo criminal e de um pagamento de 500 euros no âmbito de uma suspensão de um processo para comprar raspadinhas.

A funcionária, que foi demitida na sequência de um processo disciplinar, foi agora condenada pelo Tribunal de Santarém numa pena suspensa com a obrigação de frequentar um programa de adicção ao jogo. Tem também de entregar ao Estado a quantia de 9.166 euros, valor de que se apropriou para gastar no jogo.


*Leia a notícia desenvolvida na edição semanal em papel desta quinta-feira, 24 de Novembro

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1587
    01-09-2021
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1587
    01-09-2021
    Capa Vale Tejo