Sociedade | 30-11-2022 10:00

Salvaterra assinala aniversário da Falcoaria como Património da Humanidade

Salvaterra assinala aniversário da Falcoaria como Património da Humanidade

Na quinta-feira, 1 de Dezembro, são inauguradas duas exposições e há uma homenagem na Falcoaria Real de Salvaterra de Magos.

O sexto aniversário do reconhecimento pela UNESCO da prática da Falcoaria em Portugal como Património Cultural Imaterial da Humanidade vai ser assinalado quinta-feira, 1 de Dezembro, na Falcoaria Real de Salvaterra de Magos, com a inauguração de duas exposições e uma homenagem.

Em comunicado, a Câmara de Salvaterra de Magos afirma que o momento será assinalado com a inauguração das exposições “Falcoaria no Mundo” - com fotografias e informações enviadas por 11 países e em que fica patente que “a prática da Falcoaria está activa em pelo menos 24 países” – e “A Falcoaria, a minha Arte e a minha Terra”, da artista plástica Ana Teresa Pontífice.

O programa inclui uma homenagem a Filipe Themudo Barata, professor catedrático, jubilado, da Universidade de Évora, “pela dedicação ao estudo do Património Histórico e Cultural do concelho de Salvaterra de Magos, em especial pelo trabalho desenvolvido sobre Falcoaria e na Falcoaria Real”, e um momento musical com Laura Macedo e Marcelo Silva.

A Câmara Municipal de Salvaterra de Magos liderou a candidatura da prática da Falcoaria como Património Cultural Imaterial da Humanidade, juntamente com a Universidade de Évora e a Associação Portuguesa de Falcoaria, tendo conseguido o reconhecimento da UNESCO a 01 de dezembro de 2016, em Adis Abeba, Etiópia.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1597
    01-02-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1597
    01-02-2023
    Capa Médio Tejo