Sociedade | 01-12-2022 16:06

Ricardo Gonçalves diz que falta de qualificação tem impacto no desemprego em Santarém

Ricardo Gonçalves diz que falta de qualificação tem impacto no desemprego em Santarém

O presidente do município de Santarém defendeu a importância do programa Qualifica assinalando que um dos problemas das empresas no concelho é a falta de recursos humanos qualificados.

O presidente da Câmara de Santarém, Ricardo Gonçalves disse que o concelho tem um “desemprego ficcional” e que o grande problema reside na falta de recursos humanos qualificados para dar resposta às necessidades das empresas.

“Aquilo que as empresas nos apontam é a falta de recursos humanos qualificados. Esperamos que o PRR (Plano de Recuperação e Resiliência) possa trazer incremento nas qualificações”, afirmou o autarca na sessão de abertura do Encontro de Centros Qualifica, que decorreu na quarta-feira, 30 de Novembro no Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas, em Santarém.

Alertando para os dados dos últimos Censos que revelam que “entre os 25 anos e os 65 anos, 45% da população [portuguesa] não tem o ensino secundário completo”, ultrapassando a média da União Europeia fixa nos 20%, o social-democrata salientou a importância e necessidade do Qualifica, um programa vocacionado para a qualificação de adultos. “O Qualifica traz o poder de dotar os menos jovens com competências importantes para o mercado de trabalho e isso leva a que as empresas possam vir a beneficiar cada vez mais de recursos humanos qualificados”, sublinhou.

O presidente do município escalabitano aproveitou ainda a presença da ministra da presidência, Mariana Vieira da Silva, que tem a pasta do PRR, para lamentar que alguns avisos deste programa estejam muito vocacionados para o Algarve e as áreas metropolitanas do Porto e Lisboa. “Nos Censos reparamos que 31 concelhos têm 50% da população e os restantes (277) têm o restante”, evidenciou, acrescentando que territórios como Santarém estão, por exemplo, na criação de lares “quase excluídos de acesso ao PRR”. Todo o país, defendeu por último, deve poder ter acesso a fundos comunitários.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1596
    11-01-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1596
    25-01-2023
    Capa Médio Tejo