Sociedade | 04-12-2022 15:00

Junta de Alverca vai ajudar na compra de gás e os pedidos dispararam

Apoio de 10 euros vai estar em vigor até final do ano mas apenas para quem recebe a prestação social mínima. Objectivo é ajudar os mais carenciados a ultrapassar um momento difícil com o aumento dos custos da energia.

Pouco mais de duas semanas depois de ter lançado o programa de apoio à compra de botijas de gás União de Freguesias de Alverca e Sobralinho já recebeu 26 pedidos de ajuda e os números prometem continuar a crescer até final do mês. O aumento do custo do gás tem vindo a pressionar os orçamentos das famílias e foi com base nessa realidade que o executivo da junta, liderado por Cláudio Lotra, decidiu implementar o projecto “Bilha de Gás Solidária”. Um apoio de 10 euros com o limite de uma unidade por mês na aquisição de gás de botija.
O apoio está em vigor até final do ano e destina-se a todos os cidadãos que sejam residentes em Portugal, com contrato de fornecimento de electricidade e que sejam beneficiários da tarifa social de energia eléctrica ou que tenham no seu agregado familiar um beneficiário de uma prestação social mínima. “O aumento dos custos de energia tem trazido constrangimentos para o orçamento das famílias e por isso sabemos que este é um apoio bastante preciso. Desde 15 de Novembro que estamos a recolher a documentação dos candidatos para o apoio e a inseri-los na plataforma, Contamos começar a fazer os pagamentos em breve”, explica Cláudio Lotra a O MIRANTE.
Com os pedidos de ajuda a aumentar o apoio é bem-vindo mas a realidade é que mesmo assim continuam a existir dificuldades para o pagamento do gás. “Uma botija de gás ronda hoje os 30 e 34 euros, se não for até mais, dependendo de onde é comprada, e o valor reembolsado pelo apoio é de apenas 10 euros. Sabemos que mesmo com ajuda continua a ser difícil para algumas pessoas”, lamenta o autarca.
Para beneficiar deste apoio basta apresentar uma factura de electricidade, um comprovativo do recebimento da prestação social mínima, se for o caso, uma factura ou recibo da aquisição de garrafa de gás desde Setembro e onde conste o NIF do beneficiário e o Cartão de Cidadão, de residente ou passaporte do beneficiário deste apoio. A continuação ou o alargamento do projecto para o próximo ano é ainda uma incógnita mas o autarca não deixa de frisar que é algo que se deveria manter.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1596
    11-01-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1596
    25-01-2023
    Capa Médio Tejo