Sociedade | 06-12-2022 12:00

Remoção de açude obsoleto no Alviela é projecto pioneiro em Portugal

Remoção de açude obsoleto no Alviela é projecto pioneiro em Portugal
Os presidentes das câmaras de Santarém e de Alcanena, Ricardo Gonçalves e Rui Anastácio, durante a assinatura do protocolo - FOTO – CM Santarém

Barreira no leito do rio Alviela resulta de uma cooperação entre os municípios de Alcanena e Santarém e o GEOTA - Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente

Um açude no rio Alviela considerado obsoleto vai ser removido na primeira quinzena de Dezembro, caso as condições meteorológicas o permitam. A eliminação dessa barreira no leito do Alviela, numa zona de fronteira entre as freguesias de Louriceira (Alcanena) e Vaqueiros (Santarém) resulta de uma parceria entre os Municípios de Santarém e de Alcanena e o GEOTA - Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente.

O protocolo de cooperação foi assinado no dia 2 de Dezembro em Vaqueiros pelos presidentes das câmaras de Alcanena e de Santarém, Rui Anastácio e Ricardo Gonçalves, respectivamente. Trata-se de uma acção pioneira no nosso país, a que os autarcas e o representante do GEOTA deram o devido ênfase.

A intervenção é financiada pela Fundação MAVA, no âmbito do projecto Rios Livres GEOTA, abrangendo a remoção do açude, a estabilização das margens e a plantação de vegetação ribeirinha autóctone. Após a assinatura do protocolo realizou-se uma sessão de esclarecimento sobre a reabilitação do troço do Alviela e apresentação do projecto dirigida pela equipa Rios Livres do GEOTA e pelo representante da empresa especialista em reabilitação de rios, a E-Rio.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1596
    11-01-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1596
    25-01-2023
    Capa Médio Tejo