Sociedade | 15-12-2022 21:00

Dirigente associativa do Sobralinho envolvida no caso de fraude de apresentadora e marido 

Mónica Vintém foi surpreendida ao ver o seu nome arrastado para o mega-processo de fraude fiscal envolvendo a ex-apresentadora de televisão Ana Lúcia Matos. Conta em seu nome é suspeita de ter ajudado a lavar 58 milhões de euros.

A funcionária da Câmara de Vila Franca de Xira e também presidente da União Desportiva e Cultural da Aldeia do Sobralinho (UDCAS), Mónica Vintém, foi surpreendida na última semana ao ver o seu nome arrastado para as investigações do mega-processo de fraude fiscal envolvendo a ex-apresentadora de televisão Ana Lúcia Matos.

A dirigente associativa foi constituída arguida no processo depois da Polícia Judiciária ter encontrado uma conta bancária com o seu nome por onde terão passado 58 milhões de euros desde 2018. Foi uma das 600 contas bancárias nacionais confiscadas pelas autoridades.

O MIRANTE contactou a dirigente, mas esta recusou-se a prestar esclarecimentos sobre o caso enquanto estiver em segredo de justiça. Vai continuar a trabalhar no município enquanto decorrerem as investigações, já que o estatuto de arguido não é uma imputação de culpa.


*Saiba mais lendo a notícia desenvolvida na edição semanal em papel desta quinta-feira, 15 de Dezembro

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1596
    11-01-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1596
    25-01-2023
    Capa Médio Tejo