Sociedade | 17-12-2022 14:57

Caudais lançados no Tejo baixaram mas mantêm-se constrangimentos no distrito de Santarém

Caudais lançados no Tejo baixaram mas mantêm-se constrangimentos no distrito de Santarém
FOTO - Facebook Ricardo Gonçalves

Segundo a Protecção Civil, mantêm-se submersas ou inundadas diversas vias em vários concelhos do distrito de Santarém

Os caudais lançados pelas barragens no Tejo situam-se nos 1.000 metros cúbicos por segundo (m3/s), abaixo dos registados no início da semana, mas a Proteção Civil prevê a manutenção dos constrangimentos em diversas vias do distrito de Santarém.

Admitindo que os níveis registados no Tejo possam ter “algumas oscilações”, o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém afirma, em comunicado, ser expectável que os caudais do rio se mantenham nas próximas horas, reafirmando as recomendações às populações para que não atravessem, com viaturas ou a pé, estradas ou zonas alagadas, tomem medidas de precaução e se mantenham informadas.

Segundo a nota, mantêm-se submersas ou inundadas diversas vias em vários concelhos do distrito de Santarém. No concelho de Ferreira do Zêzere, mantêm-se os condicionamentos na Estrada Municipal (EM) 521, enquanto no de Santarém a circulação está condicionada devido a lençóis de água na EM 1348, que liga a Ribeira de Santarém a Vale de Figueira, na rua de Marvila, na ligação Ómnias/Caneiras, e na Estrada Nacional (EN) 365, no Reguengo do Alviela.

Em Constância, continua inundada uma parte do parque de Estacionamento na margem do Zêzere (10%) e no município de Golegã estão condicionadas a Estrada dos Lázaros (no CM 1 e na EN365), a estrada das Braquenizes (VCE/Golegã), o CM 30 (Estrada Rabo dos Cágados/EN365), a estrada de Vale Pintos (EN243) e a estrada Real (Estalagem do Pocinho, na Ponte Fernão Leite).

Em Almeirim, estão condicionadas a ER-A2, entre Benfica do Ribatejo e a EN 368, e a ER-A5, entre a EN 368 e o Porto da Courela, estando ainda limitada a circulação, no concelho de Coruche, na EM 1427 (na ligação Fajarda/Biscainho), na estrada de Meias (Coruche/Azervadinha), a rua Paul (em Coruche) e o CM-H, em Amieira, Fajarda e Raposeira.

No município de Benavente, a EM 1456 (Estrada do Campo) e a estrada D’el Rei (EN118/Foros de Salvaterra) e, no do Cartaxo, a EM Setil/Ponte de Reguengo (condicionada com lençol de água) e a EN 3-2, em Ponte do Reguengo e Setil, enquanto em Salvaterra de Magos se mantêm condicionadas a rua Miguel Torga (Marinhais) e a estrada do Furo (Foros de Salvaterra).

Na terça-feira de manhã, a Comissão Distrital de Proteção Civil de Santarém acionou o Plano Especial de Emergência para Cheias na Bacia do Tejo, no nível Amarelo, devido ao “aumento considerável dos níveis hidrométricos e caudais do rio Tejo, especialmente nos provenientes de Espanha”.

Nesse dia, os caudais debitados pelas barragens no Tejo estavam acima dos 2.000 metros cúbicos por segundo, tendo sido registados 3.000 m3/s na estação de Almourol.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1596
    11-01-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1596
    25-01-2023
    Capa Médio Tejo