Sociedade | 17-12-2022 10:00

Vila Franca de Xira preside à comissão de co-gestão da Reserva Natural do Estuário do Tejo

Vila Franca de Xira preside à comissão de co-gestão da Reserva Natural do Estuário do Tejo
Reserva Natural do Estuário do Tejo vai ser a terceira área protegida da região de Lisboa e Vale do Tejo aderente ao modelo de co-gestão

Reserva Natural do Estuário do Tejo é uma das maiores zonas húmidas do país e das mais importantes da Europa ocupando 14 mil hectares.

O município de Vila Franca de Xira vai presidir à nova comissão de co-gestão da Reserva Natural do Estuário do Tejo (RNET), anunciou a câmara em comunicado. A 30 de Agosto, os municípios de Vila Franca de Xira, Benavente e Alcochete já tinham solicitado formalmente ao Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas a adesão ao modelo de co-gestão para esta área protegida. O município de Vila Franca de Xira assume agora a presidência da futura comissão de co-gestão, sendo substituído nas situações de impedimento ou ausência pelo município de Benavente. Os municípios partilham as responsabilidades na gestão da RNET com o ICNF e instituições de ensino superior, organizações não-governamentais e entidades locais, visando a implementação de actividades consideradas prioritárias para a divulgação e salvaguarda deste património natural.
A 6 de Dezembro foi dado o primeiro passo para a concretização do modelo de co-gestão da RNET, criada em 1976 e classificada em 1999 como Zona Especial de Conservação, tendo como objectivos a manutenção das funções naturais numa zona representativa do ecossistema estuarino e a protecção do elevado número de aves migradoras que acorrem a este estuário. A RNET abrange uma área de 14.416 hectares, que inclui uma extensa superfície de águas estuarinas, mouchões, sapais, salinas e terrenos aluvionares agrícolas (lezírias), constituindo a maior zona húmida do país e uma das mais importantes da Europa.
Dado que a RNET é uma área protegida de âmbito nacional, que abrange os municípios de Alcochete, Benavente e Vila Franca de Xira, a gestão através da aplicação do modelo de co-gestão permitirá privilegiar uma relação de maior proximidade aos cidadãos e às entidades relevantes para a promoção do desenvolvimento sustentável da área protegida. Na assinatura do protocolo de colaboração técnica e financeira para a promoção do modelo de co-gestão esteve o secretário de Estado da Conservação da Natureza e Florestas, João Paulo Catarino, a directora de Serviços de Gestão do Fundo Ambiental, Ana Catarina Pinheiro, o presidente da Câmara de Vila Franca de Xira, Fernando Paulo Ferreira, o presidente do conselho directivo do ICNF, Nuno Banza, e o director regional de Lisboa e Vale do Tejo do ICNF, Rui Pombo.
A Reserva Natural do Estuário do Tejo, recorde-se, é a terceira área protegida da região de Lisboa e Vale do Tejo aderente ao modelo de co-gestão, estando já em funcionamento as comissões da Reserva Natural das Berlengas e da Reserva Natural do Paul do Boquilobo.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1596
    11-01-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1596
    25-01-2023
    Capa Médio Tejo