Sociedade | 19-12-2022 18:00

Orçamento de Torres Novas com prioridade na área social

Orçamento de Torres Novas com prioridade na área social
Pedro Ferreira

Orçamento de Torres Novas para 2023 cresce 1,4 milhões de euros em relação ao de 2022 para fazer face às carências e urgências sociais e económicas do contexto actual.

A maioria socialista da Câmara Municipal de Torres Novas apresentou e aprovou, com o voto contra da coligação PSD/CDS e a abstenção do movimento P’la Nossa Terra, o orçamento de 45,6 milhões de euros para 2023, que segue agora para aprovação da assembleia municipal.
Regista-se um aumento de 1,4 milhões euros em relação a 2022, de forma a servir como instrumento de apoio às carências e urgências sociais e económicas que se venham a verificar. Pedro Ferreira, presidente da autarquia, apresentou o documento, considerando que o mesmo é “influenciado por dois períodos socio-económicos que merecem uma especial atenção: o período pós-pandémico e a guerra na Ucrânia”.
A intervenção territorial sustentada dispõe de 11,9 milhões de euros que correspondem a 26,2% do orçamento, destinados à “reabilitação da rede viária”. O executivo quer um melhoramento da fluidez de trânsito na cidade, que se traduz na concretização de uma circular externa a partir da zona dos Negréus até a zona do Centro de Saúde e antiga Companhia Nacional de Fiação e Tecidos.

Gratituidade dos TUT em análise
O presidente do município informou estar em curso um estudo relativo à mobilidade que aborda a possibilidade de gratuitidade dos Transportes Urbanos Torrejanos - TUT e também dos passes escolares do ensino secundário. Foram várias as empreitadas referidas por Pedro Ferreira, nomeadamente a Casa do Povo e o Mercado de Riachos, o Lagar de Árgea, o Museu Agrícola de Riachos, a reabilitação do mercado municipal e as novas oficinas e armazéns municipais. A 2.ª fase do Centro Escolar de Santa Maria e da Escola Secundária Maria Lamas, a requalificação da Escola Básica e Secundária Artur Gonçalves, também merecerem a atenção do executivo.
A empreitada na Zona Industrial de Riachos já foi adjudicada e as infra-estruturas começam a ser montadas “nos primeiros meses de 2023”. A reabilitação do Bairro da Calçada António Nunes está já em curso, vincou o líder da autarquia, destacando as intervenções previstas para a zona da Judiaria, largo e edifícios entre a rua dos Ferreiros e a rua Serpa Pinto.
A câmara prepara também um projecto temático para as Lapas, sujeito a fundos comunitários. O corredor pedonal entre a cidade e as Lapas está já em fase final de execução. “Com a recente aquisição do complexo da antiga Companhia Nacional de Fiação e Tecidos pretende-se dotar o espaço de projecção nacional e internacional”, refere o documento apresentado por Pedro Ferreira.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1597
    01-02-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1597
    01-02-2023
    Capa Médio Tejo