Sociedade | 20-12-2022 07:00

Noite trágica para família de Tomar termina com morte de assaltante de 19 anos

Noite trágica para família de Tomar termina com morte de assaltante de 19 anos
EDIÇÃO SEMANAL
Carlota Godinho surpreendeu o assaltante que a atacou na própria casa com um sabre. O marido, Vasco Godinho, socorreu a esposa e escorraçou o assaltante que fugiu. fotoDR

O jovem de 19 anos que fugiu depois de ter agredido com violência Carlota Godinho durante um assalto na Quinta da Atouguia foi encontrado morto um dia depois. O MIRANTE falou com a mãe da vítima, que se encontra a recuperar no hospital depois de se ter defendido de um sabre com as mãos e braços.

Carlota Godinho e o seu marido, Vasco Godinho, trocaram Lisboa por Tomar em Maio deste ano assumindo a gestão do Picadeiro Paulo Barreiros Mota, situado na Quinta São Gabriel da Atouguia, freguesia de Madalena e Beselga. Na noite de 5 para 6 de Dezembro um jovem, de 19 anos, com carta de condução tirada há pouco e um automóvel novo oferecido pelo pai, entrou na habitação do casal, com um capuz na cabeça e descalço, e atacou Carlota com um sabre. O assaltante, natural de Tomar, não tinha antecedentes criminais.
O marido e as duas filhas menores estavam a dormir, mas Carlota, ouvindo ruídos, surpreendeu o ladrão. A vítima defendeu-se com mãos e braços impedindo assim que a arma a atingisse na cabeça e no pescoço. O marido ouviu os gritos e socorreu a esposa, ao mesmo tempo que escorraçou o assaltante, que fugiu até casa, localizada na aldeia de Porto Mendo. O jovem foi encontrado morto em casa no dia seguinte e sepultado no sábado, 10 de Dezembro. Não há indícios de crime.
Carlota Godinho é cavaleira, tal como o marido, e sofreu cortes profundos nos braços e nos antebraços e lesões pouco relevantes na cabeça, revelou a Polícia Judiciária de Leiria. Foi operada no Hospital de S. José, em Lisboa, e está a recuperar gradualmente. “Vai ser um processo muito longo, não vai ficar a 100% mas quase”, diz a O MIRANTE Sofia Barreiros Mota, mãe de Carlota, que olha para o futuro com muita vontade de esquecer o que aconteceu naquela trágica noite em casa da filha: “Quero é que isto seja esquecido, temos de andar para a frente. A minha filha, netas e genro vão ser protegidos e apoiados por toda a família”, sublinha.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1597
    01-02-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1597
    01-02-2023
    Capa Médio Tejo