Sociedade | 22-12-2022 12:00

Prisão preventiva para homem que agredia o pai

O detido, residente no concelho de Tomar, já tinha antecedentes criminais por violência doméstica, ameaças e coacção, condução sem habilitação legal e sob o efeito do álcool.

Um homem de 30 anos foi dedito pela GNR por violência doméstica, no concelho de Tomar. “Na sequência de uma denúncia a dar conta de uma situação de violência doméstica, os militares da Guarda deslocaram-se de imediato para o local, onde encetaram diligências policiais que permitiram apurar que a vítima, um homem de 64 anos, tinha sido agredido e ameaçado pelo filho e que este se mantinha nas imediações da habitação”, informa a GNR em comunicado.

Os militares localizaram o agressor e verificaram que o suspeito estava em incumprimento da medida de coacção de afastamento da vítima decretada pelo Tribunal Judicial de Santarém, no âmbito de uma investigação por violência doméstica. No decorrer da acção, e já na presença da GNR, o suspeito voltou a injuriar e ameaçar o pai, motivos que levaram à sua detenção em flagrante. O detido já tinha antecedentes criminais por violência doméstica, ameaças e coacção, condução sem habilitação legal e sob o efeito do álcool. O Tribunal Judicial de Santarém decretou-lhe a medida de coacção de prisão preventiva e, posteriormente, foi conduzido ao estabelecimento prisional.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1597
    01-02-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1597
    01-02-2023
    Capa Médio Tejo