Sociedade | 26-12-2022 07:00

Privados serão solução para abrigos de passageiros degradados em Alverca

Cada abrigo custa mais de dois mil euros e a junta quer arranjar solução para o problema

O executivo da União de Freguesias de Alverca do Ribatejo e Sobralinho quer acabar com os abrigos de passageiros em mau-estado que ainda se encontram pelo seu território e admite vir a contar com os operadores privados.

Cláudio Lotra, presidente da junta, explicou em assembleia de freguesia que cada abrigo novo custa mais de dois mil euros e que para tentar substituí-los a junta está a estudar uma nova forma de realizar parcerias com o sector privado. “Estamos a preparar a abertura de um procedimento para que, junto das empresas de especialidade, se possa lançar um concurso para que as empresas instalem os abrigos novos em algumas ruas mantendo uma face de exploração comercial e com isso pagando uma taxa à junta para a instalação desses equipamentos”, explicou.

A solução não é nova e tem sido implementada um pouco por todo o território da Área Metropolitana de Lisboa nos últimos anos. “Estamos a trabalhar nisso para que no próximo ano se possa avançar com o procedimento para permitir de forma rápida e com poucos custos para a junta substituir esses equipamentos”, explicou.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1596
    11-01-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1596
    25-01-2023
    Capa Médio Tejo