Sociedade | 04-01-2023 07:00

Unidade de Saúde Familiar de Alpiarça perde três médicos em dois meses

Directora da USF de Alpiarça saiu por motivos pessoais e dois médicos aposentaram-se recentemente estando apenas uma médica a assegurar o serviço.

A Unidade de Saúde Familiar (USF) de Alpiarça está a funcionar apenas com uma médica para os quase cinco mil utentes do concelho inscritos nessa USF. A presidente da Câmara de Alpiarça, Sónia Sanfona, explicou na última sessão da assembleia municipal que a directora da USF saiu, em Setembro deste ano, por motivos pessoais e, em Novembro, dois dos médicos aposentaram-se ficando apenas uma médica ao serviço.
Sónia Sanfona referiu que um desses médicos aposentados vai continuar a trabalhar após acordo especial com o Ministério da Saúde. Além disso, foram abertas três vagas num concurso em Dezembro. No entanto, a autarca não tem expectativas de que existam candidatos para as vagas. “Os concursos na Lezíria do Tejo têm ficado por preencher. É expectável que o Ministério da Saúde recorra a prestadores de serviço mas sabemos que não é a mesma coisa”, afirmou.
Sónia Sanfona referiu que está em cima da mesa a hipótese de passar a USF de Alpiarça, que é de tipo A, para tipo B onde os ordenados dos médicos são mais atractivos. “Se conseguirmos essa intenção, se vierem médicos a receber ordenados mais elevados, o executivo municipal comprometeu-se com a doutora Mariana Sequeira, a quem pedi que não deixasse a USF, a garantir a igualdade de salários incluindo que a doutora Mariana passe a coordenadora da USF”, garantiu Sónia Sanfona, acrescentando que está a fazer tudo o que está ao alcance do executivo municipal para que toda a população tenha acesso a cuidados médicos.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1596
    11-01-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1596
    25-01-2023
    Capa Médio Tejo