Sociedade | 07-01-2023 11:43

Gestor do hospital de VFX acusa comissão de ignorância

Gestor do hospital de VFX acusa comissão de ignorância

Comissão de acompanhamento da resposta dada nas urgências de ginecologia, obstetrícia e bloco de partos propôs ao governo o fecho das urgências obstétricas de vários hospitais incluindo VFX.

O administrador do Hospital de Vila Franca de Xira veio garantir numa mensagem de ano novo que a maternidade daquela unidade de saúde não irá fechar e acusou de ignorante quem pensou nisso, no caso, a comissão de acompanhamento que propôs essa solução ao governo.

“Nunca foi uma hipótese encerrar. Só por ignorância ou outra intenção menos confessada é que isso poderia ser uma hipótese”, atirou Carlos Andrade Costa, considerando a ideia “absolutamente irrealista”. O gestor considerou não existir “nenhuma razão técnica nem argumentativa” para suportar o encerramento da maternidade e garante que o assunto está esclarecido e resolvido. “Foi um enorme lapso alguém ter pensado nisso. Era impensável”, afirma.

Impensável ou não, certo é que a Comissão de Acompanhamento da resposta dada nas urgências de Ginecologia, Obstetrícia e Bloco de Partos propôs ao Governo em Dezembro o fecho de urgências obstétricas de vários hospitais incluindo a de Vila Franca de Xira e o dossier ainda está no Ministério da Saúde em análise.

A notícia, recorde-se, foi recebida no concelho com surpresa já que a unidade de VFX foi das que registou o maior número de partos na região no último ano e passou ao lado dos problemas verificados no Verão de 2021 na maior parte das urgências obstétricas nacionais.
O ministro da Saúde, Manuel Pizarro, já tinha garantido que a decisão só será tomada no início deste ano após uma “avaliação criteriosa” ao estudo apresentado no ministério. Os municípios já contestaram o eventual encerramento e a nível local o PSD e o Chega já apontaram baterias à gestão de Carlos Andrade Costa, com o Chega a lamentar a “desmotivação generalizada de utentes e funcionários, agravamento das condições de trabalho e degradação acentuada e perceptível da qualidade do serviço” prestado no hospital desde que a actual administração tomou posse.

O Hospital de Vila Franca de Xira foi uma das seis urgências obstétricas da região de Lisboa que mais partos realizou em 2021: 1.564 nascimentos, comparativamente por exemplo com os 1.082 do Hospital de Santarém ou os 713 do Hospital do Médio Tejo.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1596
    11-01-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1596
    25-01-2023
    Capa Médio Tejo