Sociedade | 09-01-2023 10:00

Vialonga ganhou novo hipermercado mas as obras estão a gerar queixas

Vialonga ganhou novo hipermercado mas as obras estão a gerar queixas
Presidente da Junta de Vialonga diz que é preciso bom senso

Abriu portas, ainda antes do Natal, um novo Continente em Vialonga mas os acessos ao espaço comercial foram mal executados.

A empresa compromete-se a corrigir os erros que têm motivado queixas por parte da população.

As recentes infraestruturas rodoviárias construídas em Vialonga por causa da chegada de um novo hipermercado Continente já estão a dar problemas. Os lancis estão altos, os acessos demasiado apertados, os passeios largos demais e as rotundas mal projectadas, diz quem ali vive. Os alegados erros de projecto, da responsabilidade desse grupo empresarial, levam a que os autocarros que circulam na zona tenham que sair da sua faixa de rodagem para circularem nalguns pontos e por isso vários sinais já foram derrubados pelas viaturas pesadas.
O presidente da Junta de Freguesia de Vialonga, João Tremoço, diz A O MIRANTE que a Câmara de Vila Franca de Xira e a Guarda Nacional Republicana já estiveram no local com o promotor da obra e o engenheiro responsável pela mesma. “Quando começaram as obras vi logo que o lancil ia ficar igual. Porque não recuaram 30 ou 40 centímetros? Falei com o responsável, que afirmou que fez o que estava no projecto, mas existe uma coisa que é bom senso”, refere o autarca.
Outra situação que a comunidade espera ver rectificada é a nova entrada para o espaço comercial, na variante de Vialonga. É tão estreita que os camiões que têm que a usar, para abastecer o hipermercado, têm grandes dificuldades em circular. “Está tão mal feito que para os camiões darem a volta, já mandaram o sinal abaixo. Não consigo perceber por que é que, com tanto espaço, fizeram tão estreito”, questiona João Tremoço.
Por causa das obras deste novo acesso foi construída uma passadeira, mesmo junto ao terraço da Sociedade Columbófila de Vialonga, o que prejudica a colectividade, que necessita de ter espaço para estacionamento da carrinha que costuma transportar as aves. O autarca garante que já sensibilizou a GNR para o problema. A obra foi também motivo de reclamação por parte dos eleitos locais na última assembleia de freguesia. João Tremoço sublinha que estão a ser estudadas as alterações necessárias para corrigir os transtornos causados à circulação.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1596
    11-01-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1596
    25-01-2023
    Capa Médio Tejo