Sociedade | 10-01-2023 15:00

Primeiro bébé do ano no Hospital de Vila Franca de Xira é de pais brasileiros

Primeiro bébé do ano no Hospital de Vila Franca de Xira é de pais brasileiros
Thomas Lima é o bebé do ano em Vila Franca de Xira, filho do casal brasileiro Alice e Gabriel Lima

O recém-nascido veio ao mundo à meia-noite em ponto, após um parto tranquilo e rápido. Os pais são brasileiros, vivem em Arruda dos Vinhos há três anos, e Thomas é o terceiro filho do casal.

Thomas foi o primeiro bebé do ano a nascer no Hospital de Vila Franca de Xira e um dos três primeiros do país quando os relógios indicaram a meia-noite. O recém-nascido é o terceiro filho de Maria Alice Lima e Gabriel Lima, ambos de nacionalidade brasileira, com 25 anos e que vivem há três em Arruda dos Vinhos. Estão em Portugal há cinco anos, têm trabalho e autorização de residência. Apesar de ainda não terem nacionalidade portuguesa garantem não querer trocar o nosso país por nada. “Viemos para cá para dar melhores condições de vida e educação aos nossos filhos, mais qualidade de vida. O Brasil tem muita insegurança”, relata o pai.
A O MIRANTE o casal oriundo de São Paulo confessa-se muito feliz. A mãe conta que o parto foi muito rápido. “Chegámos às 22h00 de ambulância e às 00h00 ele nasceu. O parto foi normal, fui muito bem acolhida aqui”, conta. Nascido com 2.910 kg o pequeno Thomas, nome escolhido pelo avô, regressa em breve a casa onde o esperam ansiosos os dois irmãos - um de cinco anos que nasceu no Brasil - e outro de quatro anos, que nasceu em Torres Vedras.
A mãe confessa que não quer mais filhos mas sublinha a rede de apoio que tem para tratar dos três progenitores. “Temos cá família e ajudam muito, felizmente”, conta. Esta terceira gravidez não foi planeada pela família.

A ver nascer bebés há 30 anos
No turno da manhã, já no quarto a recuperar do parto, Maria e Thomas foram recebidos pela enfermeira especialista, Ana Madeira. A profissional de saúde faz a vigilância física da mãe e apoia nos cuidados ao bebé. As maiores dúvidas maternas prendem-se com a amamentação, banho e muda da fralda do recém-nascido. Mas sendo o terceiro filho do casal tudo se torna menos complicado.
Ana Madeira trabalha na maternidade do Hospital de Vila Franca de Xira há três décadas, tendo começado no antigo Hospital Reynaldo dos Santos. Por isso, diz, já acompanhou muitos primeiros bebés do ano. “Tentamos sempre ter o máximo de disponibilidade, o que nem sempre é fácil quando o serviço está cheio. Mas estabelecemos as nossas prioridades”, explica.
Quanto ao facto dos nascimentos estarem a ser escalados alternadamente aos sábados e domingos com o Hospital Beatriz Ângelo, em Loures, a enfermeira diz ainda “ser prematuro” fazer uma avaliação à medida decretada pelo Governo.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1596
    11-01-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1596
    25-01-2023
    Capa Médio Tejo