Sociedade | 13-01-2023 21:00

Autarcas de Abrantes discutem perda de população no concelho

Autarcas de Abrantes discutem perda de população no concelho

Oposição e maioria socialista no executivo de Abrantes utilizaram o tempo de antena na última sessão camarária para lamentar a perde de centenas de pessoas por ano no concelho.

Vítor Moura (PSD) e Vasco Damas (ALTERNATIVAcom), vereadores da oposição no executivo de Abrantes, manifestaram na última terça-feira, 9 de Janeiro, durante a primeira reunião de câmara do ano, preocupação com o abandono de famílias do concelho. O vereador social-democrata lamentou que, segundo as suas contas, saiam em média 480 pessoas por ano. “É trágico", disse.
Vasco Damas lebrou um estudo de opinião que abrangeu jovens estudantes de Abrantes, Constância e Sardoal, que o movimento independente levou à reunião de câmara em Julho do ano passado, "no qual se aponta o grave despovoamento e envelhecimento" população. Para o autarca o problema "deve-se à de empreendedorismo, investimento, emprego, carências de habitação e acessibilidades”. O vereador aponta também como factor de abandono "a falta de oferta cultural, de lazer e de entretenimento, sobretudo para a população jovem e activa".
Manuel Valamatos, presidente da autarquia, considerou a despovoação "um assunto central", não só para Abrantes, mas também para toda a região ribatejana e reflexo disso é a falta de mão de obra com que muitas empresas se têm deparado, afirmou.

Texto desenvolvido na próxima edição impressa de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1596
    11-01-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1596
    25-01-2023
    Capa Médio Tejo