Sociedade | 13-01-2023 07:00

O sub-chefe dos Bombeiros da Póvoa de Santa Iria que é um exemplo de dedicação

O sub-chefe dos Bombeiros da Póvoa de Santa Iria que é um exemplo de dedicação
Eugénio Silva é sub-chefe dos Bombeiros da Póvoa de Santa Iria e um exemplo de dedicação

Nasceu numa ambulância e nunca mais desistiu de ser bombeiro na Póvoa de Santa Iria

Para se ser bombeiro é preciso mais do que vestir uma farda. É preciso amor pelo que se faz e acima de tudo ser determinado, humilde e ter um grande poder de encaixe. Lemas que acompanham Eugénio Silva, 59 anos, sub-chefe, da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Póvoa de Santa Iria, desde que entrou para a corporação 14 anos depois de ter nascido numa ambulância, à porta da sua casa.

Quando entrou para a recruta da corporação já trabalhava na oficina da actual Rodoviária de Lisboa, para tentar ajudar a família a ultrapassar as dificuldades da vida. Recorda entre gargalhadas os primeiros meses de formação, que não foram fáceis. “Era muito diferente. Passei muito tempo em que o meu trabalho nos bombeiros era lavar mangueiras e viaturas”. Aprendeu de baixo o respeito e a importância de se honrar uma farda e uma corporação e foi subindo a pulso. Eugénio Silva passou por muitos altos e baixos, incertezas na vida e momentos que o marcaram.


*Leia a reportagem completa na edição semanal em papel desta quinta-feira, 12 de Janeiro

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1596
    11-01-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1596
    25-01-2023
    Capa Médio Tejo