Sociedade | 17-01-2023 18:33

Ascendi cobrou indevidamente portagem a quem passou num só pórtico da A13

Empresa concessionária diz que surgiu entretanto uma nova "falha técnica" que impossibilita atempadamente a disponibilização para pagamento das viagens feitas desde 6 de Janeiro.



A Ascendi cobrou indevidamente portagens a quem passou por apenas um pórtico na A13, entre os dias 1 e 6 de Janeiro de 2023. Foi a própria empresa concessionária da auto-estrada que o admitiu depois de confrontada pela Câmara de Ferreira do Zêzere, um dos concelhos do Médio Tejo atravessado pela via que liga o Ribatejo a Coimbra.


Justificando-se com "um erro do sistema", a concessionária da também denominada Auto-estrada do Pinhal pede aos lesados que contactem a empresa para a restituição da verba indevidamente cobrada. Entretanto, surgiu uma nova "falha técnica" que impossibilita atempadamente a disponibilização para pagamento, nos CTT ou nos agentes PayShop, das viagens feitas desde 6 de Janeiro. A Ascendi diz em comunicado que caso não seja possível efectuar o pagamento, será enviado um documento de cobrança com o valor que o utente pagaria antes de findar o prazo.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1596
    11-01-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1596
    25-01-2023
    Capa Médio Tejo