Sociedade | 20-01-2023 07:00

Maioria das famílias em habitação social de Azambuja não paga renda

Maioria das famílias em habitação social de Azambuja não paga renda
Em 2021 parte da dívida, de mais de 400 mil euros, foi considerada pelo município como sendo irrecuperável

Em 60 fogos de habitação social na freguesia de Azambuja apenas 15 inquilinos cumprem com o pagamento da renda. Município diz estar a trabalhar na regularização da situação e aprova perdão de dívidas de mais de 100 mil euros.

Câmara de Azambuja diz estar a trabalhar na regularização da situação e aprova perdão de duas dívidas de mais de 100 mil euros. Oposição fala em inércia e má gestão da coisa pública.

O número de famílias que são inquilinas em fogos de habitação social na freguesia de Azambuja e que tem o pagamento das rendas regularizado é de 25%. Num universo de 60 fogos são apenas 15 os agregados familiares que cumprem com o valor mensal estipulado e que é pago à Câmara de Azambuja, sendo que as restantes 45 famílias (75%) estão em situação irregular. A informação foi disponibilizada pelos serviços de acção social ao executivo municipal e revelada em reunião camarária pela vereadora do Chega, Inês Louro, durante a apreciação de duas propostas de anulação de dívidas a ex-moradores, cujo montante ultrapassa os 100 mil euros, e uma para acordo de planos de pagamento da dívida de uma moradora.

Leia a notícia completa na edição em papel de O MIRANTE

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1597
    01-02-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1597
    01-02-2023
    Capa Médio Tejo