Sociedade | 21-01-2023 12:00

Sindicato preocupado com falta de efetivos nos Bombeiros de Coruche

Sindicato preocupado com falta de efetivos nos Bombeiros de Coruche
foto arquivo

As preocupações do Sindicato Nacional de Bombeiros Profissionais já foram transmitidas aos autarcas de Coruche. Recrutamento com melhores salários e escalas com doze horas de trabalho são algumas das revindicações.

O Sindicato Nacional de Bombeiros Profissionais (SNBP) esteve reunido na quarta-feira, dia 18 de janeiro, com a presidente da Assembleia Municipal de Coruche, Berta Santos, por causa da falta de efectivos na corporação tutelada pela câmara.

O presidente do SNBP, Sérgio Carvalho, diz a O MIRANTE que foi feita uma exposição por causa da falta de efetivos no corpo de Bombeiros Municipais de Coruche, que atualmente costuma ter três a cinco elementos por turno. Além disso o dirigente sindical garante que os bombeiros da corporação “estão a ser roubados na hora de almoço e jantar”, uma vez que são chamados para fazer serviço durante esse período.

Os dirigentes do sindicato defendem que deve ser assegurada a escala de reforço, sendo que o horário de trabalho deverá ser reorganizado em turnos de 12 horas, ao exemplo do que foi praticado durante a COVID-19, reforçando também o número de bombeiros por turno, para garantir uma melhor capacidade de resposta ao socorro.

Na reunião foi ainda solicitado ao município a colocação de uma ambulância da responsabilidade do INEM e a criação de dois postos avançados ou destacamentos nas localidades mais distantes da sede de concelho. “Um bombeiro que viva no Couço é chamado para um serviço. Vai ao quartel buscar a viatura, em Coruche, para depois regressar ao serviço no Couço. Que sentido é que isto faz?”, lamenta o presidente do SNBP.

Mais desenvolvimentos na edição impressa de O MIRANTE

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1596
    11-01-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1596
    25-01-2023
    Capa Médio Tejo