Sociedade | 24-01-2023 21:00

Começou o abate de árvores na Cova do Bicho em Alverca

Começou o abate de árvores na Cova do Bicho em Alverca
Seis árvores que causavam problemas foram abatidas para dar lugar à plantação de novas espécies no centro de Alverca. fotoDR

Análise fitosanitária revelou que as árvores representavam risco de queda.

Arrancou a 11 de Janeiro na Cova do Bicho, em Alverca, a operação de abate de árvores que não tinham condições fitosanitárias para se manterem no local. Foram abatidos em dois dias seis choupos e podados três plátanos. Vão também ser podados outros quatro choupos da praceta que não foram abatidos. Em causa, recorde-se, está a existência de uma dezena de choupos naquele largo que tem causado na Primavera uma libertação de sementes em grande escala que origina nuvens semelhantes a algodão que se espalham pelo ar e causam incómodos à população, como O MIRANTE já deu nota.
Os moradores do local há muito que se queixavam contra a falta de manutenção das árvores e mais de duas centenas assinaram um abaixo-assinado pedindo a substituição das árvores e a plantação de outras espécies que não causassem tantos problemas. O Laboratório de Patologia Vegetal Veríssimo de Almeida, do Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa, foi a entidade contratada pela Câmara de Vila Franca de Xira para realizar o estudo e análise do estado fitosanitário das árvores. Em resposta ao abaixo-assinado dos moradores, o município confirmou que uma primeira avaliação dos serviços municipais, realizada em Abril de 2022, já havia detectado “alguns problemas de fitosanidade” em vários choupos.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1596
    11-01-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1596
    25-01-2023
    Capa Médio Tejo