Sociedade | 29-01-2023 10:00

Rastreio ao daltonismo em Tomar revelou que rapazes são quem mais sofre com problema

Rastreio ao daltonismo em Tomar revelou que rapazes são quem mais sofre com problema

Dos 131 rapazes rastreados, seis apresentaram dificuldades de identificação das cores e 43 dificuldades de acuidade visual.

O concelho de Tomar foi um dos abrangidos pelo rastreio das dificuldades na identificação de cores, em especial no daltonismo, no âmbito das escolas do primeiro ciclo e na sequência de uma candidatura da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo(CIMT) dirigida aos municípios integrantes. Dos 131 rapazes rastreados, seis apresentaram dificuldades de identificação das cores e 43 dificuldades de acuidade visual, sendo sugerida consulta de especialidade para a realização de exames complementares. Das 144 raparigas rastreadas, nenhuma apresentou dificuldades de identificação das cores e 38 apresentaram dificuldades de acuidade visual, sendo igualmente sugerida consulta de especialidade.

A Associação ColorADD.Social, que se dedica a promover e potenciar a integração social das pessoas que têm daltonismo, realizou o rastreio na semana de 16 a 20 de Maio de 2022, mas os resultados só foram conhecidos agora. O rastreio envolveu alunos do 3º ano das 18 escolas públicas dos dois agrupamentos e das duas do João de Deus, num total de 275 crianças, das quais 144 raparigas e 131 rapazes. Segundo a ColorADD.Social, o daltonismo, ou cegueira da cor, é uma limitação que afecta um em cada 10 homens e uma em cada 200 mulheres. É uma limitação de condição hereditária, que afecta 350 milhões de pessoas em todo o mundo, criando aos seus portadores grandes constrangimentos ao nível da integração social e profissional e que, no contexto do processo de aprendizagem, tem impacto significativo no sucesso escolar.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo