Sociedade | 30-01-2023 21:00

Há um novo centro cultural no coração de Manique do Intendente

Há um novo centro cultural no coração de Manique do Intendente
foto dr

Depois de anos abandonada, uma capela com 300 anos ganhou uma segunda vida ao ser reconvertida no Centro Cultural de Manique do Intendente.

Uma capela com 300 anos situada junto à Praça dos Imperadores, no coração de Manique do Intendente, concelho de Azambuja, reabriu como centro cultural depois de ter estado vários anos ao abandono. O espaço, inaugurado no domingo, 29 de Janeiro tem como missão acolher concertos, peças de teatro, conferências e exposições, e resulta de um investimento inteiramente suportado pela Junta de Freguesia de Manique do Intendente, Vila Nova de São Pedro e Maçussa.

De acordo com o presidente da junta, José Avelino Correia, a autarquia tinha adquirido a capela em 2017 pela quantia de 12 mil euros já com intenção de lhe dar uma segunda vida. “É um dos edifícios mais antigos de Manique que estava completamente ao abandono. Depois de ser capela já tinha sido um palheiro e adega. Achámos por bem recuperá-lo mesmo não tendo quaisquer apoios”, afirmou a O MIRANTE o autarca da CDU que no dia da inauguração lamentou a quantidade de património existe na união de freguesias que está degradado, como por exemplo o imponente Palácio de Pina Manique.

Os trabalhos tiveram um custo de cerca de 85 mil euros e contemplaram a instalação de um novo telhado, piso manutenção da fachada, instalação de portas e janelas, forro interior em madeira, casa-de-banho adaptada para pessoas com mobilidade condicionada e instalação de equipamento na sala de espectáculos com capacidade para 120 pessoas em lugares sentados. A inauguração foi abrilhantada pelo concerto da Banda de Música dos Bombeiros Voluntários de Alcoentre.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo