Sociedade | 18-03-2023 10:00

Projecto piloto no Centro Hospitalar do Médio Tejo na área da segurança transfusional

Projecto piloto no Centro Hospitalar do Médio Tejo na área da segurança transfusional
foto dr

Centro Hospitalar do Médio Tejo tem em curso um projecto na área da segurança transfusional com recurso a tecnologia RFID. Objectivo é melhorar os cuidados prestados aos utentes.

Desde Outubro de 2022 que o Serviço de Imuno-Hemoterapia (SIH) do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) tem em curso um projecto piloto para a implementação de uma solução informática que recorre à tecnologia RFID (identificação por radiofrequência) para automatizar a recolha de informação em diversos domínios do trabalho que desenvolve.

Nesta fase estão inseridos os seguintes processos; transporte e recepção de unidades de sangue total colhido a Dadores na Unidade de Abrantes e envio e recepção de concentrados de eritrócitos entre as Unidades de Torres Novas e Abrantes; processamento do sangue total, nomeadamente a centrifugação que é realizada no SIH em Torres Novas; segurança transfusional, mais concretamente aos doentes do Serviço de Ortopedia 1 e nos procedimentos de rotina do SIH para o serviço.

A utilização da tecnologia por radiofrequência permite responder à necessidade de uma maior informatização de vários procedimentos. Dados que anteriormente eram inseridos manualmente são agora recolhidos, recorrendo a um conjunto de chips e leitores scan, automatizando procedimentos, diminuindo a carga burocrática e facilitando a rastreabilidade da informação. “A tecnologia desempenha um papel cada vez mais importante e tem como objectivo final melhorar o serviço prestado aos utentes” refere o CHMT em comunicado.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo