Sociedade | 28-03-2023 12:00

Viaduto da estrada da Alfarrobeira vai ser reparado mas sem passeios

Viaduto da estrada da Alfarrobeira vai ser reparado mas sem passeios
Piso do viaduto há muito que se encontra em mau estado

Há meses que os utilizadores da estrada da Alfarrobeira, em Vialonga, são obrigados a passar por um viaduto debaixo da A1 que está em mau estado e onde a drenagem da água é deficiente. Obra vai custar 116 mil euros.

Depois de meses de críticas e queixas da comunidade vai mesmo avançar a obra de reparação e melhoria das condições de atravessamento do viaduto que passa debaixo da Auto-Estrada do Norte (A1) na estrada da Alfarrobeira, que liga Vialonga a Alverca do Ribatejo. Há muito que o piso daquele viaduto está em más condições e a drenagem das águas pluviais é deficiente, gerando sustos entre os condutores especialmente nos dias de chuva.
A estrada da Alfarrobeira tem trânsito intenso de veículos ligeiros e pesados e foi alcatroada antes das últimas eleições autárquicas mas os moradores nunca compreenderam por que motivo foi deixado por reparar um troço com pouco mais de 155 metros, entre o viaduto e o Cabo de Vialonga. Agora, o executivo da Câmara de Vila Franca de Xira apresentou a proposta que visa o lançamento do concurso público para realizar reparações no viaduto e resolver de vez os problemas que há muito se sentem.
A proposta, aprovada por unanimidade, visa o lançamento de um concurso de 116 mil euros tendo em vista a instalação de nova tubagem de escoamento de águas pluviais através da abertura e tapamento de valas, com diâmetros de 200, 400 e 500 milímetros numa extensão total de 155 metros, incluindo a colocação de novo piso de betuminoso. É quase certo que os trabalhos vão gerar constrangimentos na circulação enquanto estiverem a decorrer, dada a falta de espaço do viaduto, até para dois veículos se cruzarem.
A obra vai ser lançada num lote com uma segunda intervenção, orçada em 184 mil euros, que visa trabalhos semelhantes na rede de saneamento e drenagem na vizinha Rua Vieira da Silva, na Póvoa de Santa Iria. Ao todo o concurso público para os dois trabalhos ronda os 300 mil euros.

Não há espaço para passeios
Uma certeza na estrada da Alfarrobeira é que o espaço não irá ver a criação de um passeio para permitir a passagem pedonal por falta de espaço, lamentou o presidente do município, Fernando Paulo Ferreira. “Não se vai conseguir criar um espaço pedonal e até é desaconselhada a passagem pedonal naquele espaço. É muito perigoso passar ali a pé. Os serviços estão a tentar estudar uma alternativa”, avisou o autarca, respondendo ao vereador da CDU Nuno Libório que lamentou que não esteja prevista na empreitada uma solução para o atravessamento pedonal. “Para se chegar ao Cabo atravessamos um viaduto que não tem as condições mínimas de segurança”, lamentou Nuno Libório.
Em 2021, recorde-se, a estrada da Alfarrobeira recebeu obras de asfaltamento orçadas em 271 mil euros, que incluíram também a colocação de nova sinalização horizontal e vertical e uma intervenção na estrada da Verdelha de Baixo em Alverca.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1664
    15-05-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1664
    15-05-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo