Sociedade | 02-04-2023 21:00

Iniciadas obras no troço ferroviário entre Vale de Santarém e Entroncamento

A empreitada para reabilitar e ampliar a Linha do Norte, entre o Vale de Santarém e o Entroncamento, representa um investimento de cerca de 20 milhões de euros e um prazo de execução de 540 dias.

As obras para reabilitar e ampliar a Linha do Norte, entre o Vale de Santarém e o Entroncamento, iniciaram-se na segunda-feira, 27 de Março, e devem prolongar-se até 2025, num investimento de 20 milhões de euros, informou a empresa pública Infraestruturas de Portugal (IP). Em comunicado, a IP refere que esta empreitada, inserida no programa Ferrovia 2020, prevê uma alteração e reajustamento de um troço de cerca de 43 quilómetros, abrangendo os municípios de Santarém, Golegã, Torres Novas e Entroncamento, todos no distrito de Santarém.
O objectivo final desta intervenção, explica a IP, é “eliminar os constrangimentos existentes na infraestrutura” e permitir o atravessamento e cruzamento de comboios com 750 metros no complexo logístico do Entroncamento, melhorando “toda a circulação no troço” e criando “linhas de resguardo/ultrapassagem”. Estes trabalhos representam um investimento de cerca de 20 milhões de euros e um prazo de execução de 540 dias (18 meses), prevendo-se um financiamento comunitário de 85% ao abrigo do programa operacional COMPETE 2020.
A intervenção prevê ainda a electrificação da Linha Mãe de Ramais, entre as estações do Entroncamento e a de Riachos (Torres Novas), a supressão de uma passagem de nível, a construção de um acesso superior pedonal, um desnivelamento superior rodoviário e a construção de uma passagem inferior agrícola estando prevista também a implementação de um sistema de sinalização electrónica.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1613
    24-05-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1613
    24-05-2023
    Capa Médio Tejo