Sociedade | 12-04-2023 18:00

Acidente com veado trama fuga de suspeito de burlas no distrito de Santarém

Acidente com veado trama fuga de suspeito de burlas no distrito de Santarém
Catarina Filipe está entre as vítimas do burlão que se fazia passar por funcionário da Segurança Social

Perseguição da GNR a um homem de 61 anos, suspeito pela prática de vários crimes de burla no distrito de Santarém, terminou em Samora Correia numa estrada condicionada devido a acidente rodoviário. Tribunal decretou-lhe a medida de coacção de prisão preventiva.

O homem suspeito de ter burlado várias pessoas no distrito de Santarém foi detido pela Guarda Nacional Republicana, na quinta-feira, 30 de Março, depois de uma perseguição que terminou numa estrada com trânsito condicionado devido a acidente. O suspeito de 63 anos foi presente na sexta-feira, 31 de Março, a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Santarém tendo o juiz de instrução criminal determinado a medida de coacção mais gravosa de prisão preventiva.
Entre as vítimas de burla está Catarina Filipe, a idosa de Glória do Ribatejo que ficou sem 101 mil euros através de esquemas fraudulentos perpetrados pelo falso funcionário da Segurança Social, como o da recolha de notas que vão sair de circulação e através de MBWay.
O alegado burlão e um outro homem, ambos suspeitos da prática de vários crimes, estavam a ser perseguidos por uma patrulha da GNR de Benavente depois de se terem posto em fuga num BMW X6 após terem sido abordados pelos militares que lhes pediram a identificação. A perseguição só terminou quando os suspeitos se viram obrigados a parar o automóvel por causa de um acidente rodoviário na Estrada Nacional 119, em Samora Correia, que levou a constrangimentos na via. Junto ao acidente, que envolveu um automóvel e um veado, encontrava-se uma patrulha da GNR de Samora Correia.
O acompanhante do suspeito de burlas no distrito de Santarém foi entregue à Polícia Judiciária em cumprimento de mandado de detenção por suspeitas da prática de vários crimes de burla qualificada, furto e detenção de arma proibida. Por sua vez o suspeito de burlas no distrito de Santarém foi entregue ao núcleo de investigação criminal da GNR e, ao que O MIRANTE apurou, as vítimas foram chamadas a efectuar o seu reconhecimento, incluindo a mulher de 76 anos de Glória do Ribatejo que ficou sem 101 mil euros.
Catarina Filipe, recorde-se, convencida de que o homem era um funcionário do Estado entregou-lhe 101 mil euros acreditando que aquelas notas iriam sair de circulação. A idosa, viúva há três meses, ficou ainda sem várias peças em ouro.
Entre 1 Janeiro de 2022 e 31 de Janeiro de 2023 a GNR registou 76 ocorrências envolvendo burlas a idosos no distrito de Santarém. O modus operandi mais usado é aquele em que os burlões se fazem passar por funcionários de alguma entidade do Estado ou por amigos de familiares, para ganhar a confiança dos idosos. De acordo com a GNR, os concelhos onde ocorreram mais burlas foram Salvaterra de Magos, Santarém, Ourém e Tomar.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1668
    12-06-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1668
    12-06-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo