Sociedade | 18-04-2023 15:20

Burlão de Torres Novas detido na Suíça vai cumprir 12 anos de prisão

Burlão de Torres Novas detido na Suíça vai cumprir 12 anos de prisão

Homem de 61 anos tinha sido condenado a 12 anos de prisão por 25 crimes de burla que começaram em Torres Novas. Estava em fuga e foi agora detido e extraditado para Portugal.

Um homem de 61 anos que foi recentemente detido na Suíça pela prática de 25 crimes de burla e três crimes de falsificação de documentos foi extraditado para Portugal na sequência da emissão de um mandado de detenção europeu emitido pelo Tribunal Judicial da Comarca de Santarém e vai cumprir 12 anos de prisão.

De acordo com a Polícia Judiciária (PJ) os crimes, cometidos em 2004 e 2005 em várias zonas de Portugal, começaram em Torres Novas, constituindo o modus operandi do suspeito a contrafação de cheques visados, de uma instituição bancária, titulados por duas empresas, uma do ramo farmacêutico e outra dos seguros.

O homem, explica a PJ, recorria “aos classificados de jornais, em concreto às promoções de venda de veículos por particulares, seleccionava as vítimas e, após contacto telefónico, seguia-se o contacto pessoal onde concretizava a compra das viaturas, recebendo aquelas como forma de pagamento cheques contrafeitos com o valor da venda”.

A PJ adianta ainda que o homem actuou em co-autoria com outro e ao todo adquiriram 14 viaturas topo de gama de forma fraudulenta, que foram recuperadas na região do Grande Porto e entregues aos proprietários.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo