Sociedade | 26-04-2023 10:00

Paula Menino sem peruca e com maquilhagem luta para vencer um cancro no pâncreas

Paula Menino sem peruca e com maquilhagem luta para vencer um cancro no pâncreas
Paula Menino tem esperança de vencer a luta contra o cancro no pâncreas

Foi na Fundação Champalimaud que Paula Menino encontrou esperança para operar um tumor no pâncreas com o qual luta há quase dois anos.

A comunidade de Santarém, e da região, uniu-se para ajudar à luta de uma mulher que rejeita dar-se por vencida. Já conseguiram angariar os 22.500 euros necessários para a cirurgia.

Paula Menino trava, aos 54 anos, a maior luta da sua vida. Em Agosto de 2021 foi diagnosticada com cancro no pâncreas, a mesma doença que vitimou o seu pai há cerca de oito anos. “O meu pai ficou com os olhos muito amarelos antes de falecer. Foi ao médico e faleceu passado uma semana. Já não havia nada a fazer. Se não fosse o facto de ter os olhos amarelos não lhe teria sido diagnosticado nenhum cancro”, recorda a O MIRANTE.
Os primeiros sintomas que sentiu foram diarreias. Como na altura tinha muito trabalho adiou a ida ao médico para fazer exames. Demorou cerca de dois meses e foi nessa altura que surgiram os olhos amarelos. Ficou assustada porque percebeu que poderia ter a mesma doença do seu pai. Quando a médica lhe deu o diagnóstico ficou sem chão. “Nunca pensei que uma doença destas me fosse apanhar. Ainda por cima cancro no pâncreas, todos ouvimos coisas péssimas sobre o tumor e a sua fatalidade. Foi difícil aceitar a doença”, confessa, explicando que colocou uma prótese no canal da bílis, que normalmente entope com a doença, para não ter o tom de pele amarelado, característico da doença.
Contar aos filhos, de 34 e 32 anos, o seu problema foi um dos grandes desafios. O filho mais velho ligou-lhe depois de um amigo ter encontrado a mãe no hospital. “Esse amigo ligou para o meu filho a dizer para ele me telefonar porque percebeu que eu estava a precisar de apoio. Foi difícil contar-lhe porque ainda estava a assimilar tudo. Vi a vida toda a passar-me à frente como um filme. A médica perguntou-me se eu tinha perguntas sobre a doença, mas não conseguia pensar em nada. Só queria acordar daquele pesadelo. Depois de uns dias enchi-me de coragem e esperança e fui à luta. Tenho de vencer esta doença”, afirma com um sorriso.
Paula Menino não usa peruca, diz que nunca gostou. Só coloca bonés ou lenços quando está frio. De resto não tem complexos em mostrar a cabeça com muito pouco cabelo. Mas faz questão de se maquilhar mesmo nos dias em que não sai de casa. O cancro foi detectado numa fase inicial, mas o primeiro tratamento de quimioterapia não fez efeito. O segundo tratamento já baixou os valores tumorais. No entanto, a médica que a acompanha diz que a operação não é viável.
Foi na Fundação Champalimaud que Paula Menino encontrou esperança com um médico que lhe disse que a consegue operar. Para isso teve de fazer outro ciclo de quimioterapia que lhe reduziu o tamanho do tumor. “O médico explicou-me que durante a operação retiram parte do pâncreas, onde está o tumor, e fazem logo a biopsia. O resultado é imediato e se for necessário retiram o órgão por completo. Caso isso aconteça tenho que fazer insulina todos os dias para o resto da vida, mas fico livre do cancro”, diz com um sorriso de esperança.
O único problema é que a operação custa cerca de 22.500 euros. O rendimento que aufere da reforma por doença não lhe permite pagar a cirurgia. Por isso a comunidade de Santarém, e da região, uniram-se e organizaram um evento para angariar dinheiro e ajudar a antiga lojista. Conseguiram angariar o valor necessário e agora só falta marcar a cirurgia. Paula Menino diz que já aprendeu a lição que a doença lhe poderia dar e que já pode ir embora. “Dediquei toda a vida ao trabalho e à casa e esqueci-me de aproveitar as pequenas coisas. Tento não perder a esperança. Hoje vivo um dia de cada vez e todos os dias são maravilhosos. Saio todos os dias de casa para apanhar sol ou beber café. Estou a desfrutar mais dos minutos”, confessa. Quem quiser continuar a ajudar pode fazê-lo através do NIB 0045 5441 4029 7589 9228 8.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1669
    19-06-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1669
    19-06-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo