Sociedade | 28-04-2023 15:00

Número de crianças em risco aumentou em Vila Franca de Xira

Número de crianças em risco aumentou em Vila Franca de Xira
(Da esquerda para a direita): Teresa Teixeira (CMVFX), Ana Carla (núcleo de infância e juventude de VFX), Ana Corte (Segurança Social), Maria João Fernandes (Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Protecção das Crianças e Jovens), Rui Godinho (Santa Casa da Misericórdia de Lisboa) e Teresa Henriques (Segurança Social).

Comissão de Protecção de Crianças e Jovens alargou horário de funcionamento para conseguir dar resposta ao aumento de casos de crianças em risco. Recentemente três crimes violentos que envolveram crianças indignaram a comunidade.

Seminário juntou especialistas na área da infância poucas semanas depois de três crimes violentos envolvendo crianças terem chocado a comunidade.

O número de crianças em risco sinalizadas no concelho de Vila Franca de Xira está a aumentar colocando Comissão de Protecção de Crianças e Jovens (CPCJ) local em 11º lugar nacional entre as que mais casos acompanha, revelou a O MIRANTE Ana Matos, presidente daquele organismo.
No último ano a CPCJ de VFX recebeu 1.500 sinalizações de potenciais crianças em risco e acompanhou 700 novos casos face ao ano anterior. Nos primeiros três meses de 2023 recebeu 778 sinalizações e está com 600 processos activos, o que faz Ana Matos admitir que este será um novo ano a bater recordes pelos piores motivos.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1668
    12-06-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1668
    12-06-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo