Sociedade | 06-07-2023 16:39

Câmara de Almeirim procura banco para pedir mais de um milhão de euros

Câmara de Almeirim procura banco para pedir mais de um milhão de euros

O terreno, denominado Ludovice, no final da Rua Condessa da Junqueira para sul, perto da circular urbana, tem sido utilizado para agricultura,

A Câmara de Almeirim vai pedir 1 milhão e 250 mil euros à banca para comprar o terreno com 4,5 hectares, para construção de habitação a baixos custos e de dois lares de idosos. A autarquia pretende pagar o valor em 20 anos e neste momento abriu o processo de convites a entidades bancárias para apresentarem propostas. No concurso está definido que a taxa anual efectiva (spread) a cobrar pelo banco não deve ultrapassar 1,50% ao ano e a entidade bancária será escolhida pelo critério da taxa mais baixa.

O terreno, denominado Ludovice, no final da Rua Condessa da Junqueira para sul, perto da circular urbana, que tem sido utilizado para agricultura, vai servir, segundo é ideia do presidente do município, Pedro Ribeiro, para a construção de 150 fogos a preços controlados de forma a controlar a subida dos preços das habitações no concelho. Dois lotes vão ser entregues à Santa Casa da Misericórdia de Almeirim e à Associação Cristã de Reinserção e Apoio Social (ACRAS) para a construção de dois lares de idosos.

O autarca pretende que o Estado empreste o dinheiro através do Fundo de Apoio Municipal para fazer as habitações, que será devolvido com a venda dos apartamentos. Pedro Ribeiro já reuniu com a ministra da Habitação, Marina Gonçalves, mas ainda não há nada de concreto. A construção dos fogos terá um custo a rondar os 15 milhões de euros incluindo os arruamentos, estacionamento e espaços de lazer.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1672
    10-07-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1672
    10-07-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo