Sociedade | 06-07-2023 19:13

Presidente da República cancela deslocação a Tomar no domingo

Marcelo Rebelo de Sousa – Foto Arquivo O MIRANTE

Marcelo Rebelo de Sousa já não vai à Festa dos Tabuleiros no domingo, depois da indisposição de quarta-feira que o levou a ser observado no hospital.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, cancelou a deslocação a Tomar, no domingo, depois da indisposição de quarta-feira que o levou a ser observado no hospital. Esta informação foi confirmada à agência Lusa por fonte da Presidência da República, que referiu que o chefe de Estado cancelou deslocações para fora de Lisboa, por precaução, mantendo as audiências que tinha agendadas no Palácio de Belém.

No domingo, estava na agenda do Presidente da República uma deslocação a Tomar para a Festa dos Tabuleiros. Na quarta-feira, o chefe de Estado desmaiou no fim de uma visita à Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, no concelho de Almada, distrito de Setúbal, e esteve quatro horas no Hospital de Santa Cruz, no concelho de Oeiras, distrito de Lisboa, onde deu entrada cerca das 16:00, de ambulância. Depois de realizar exames, teve alta hospitalar e saiu a pé do hospital, pelas 20:00.

Em declarações aos jornalistas, à saída do Hospital de Santa Cruz, Marcelo Rebelo de Sousa relatou que teve uma indisposição semelhante à de junho de 2018 em Braga, "uma quebra de tensão repentina, o chamado fenómeno vagal", para a qual terá talvez contribuído "beber um moscatel quente", sem ter almoçado, num dia de calor.

O chefe de Estado disse que não ficou no hospital porque as análises "foram claramente positivas" e não deixaram dúvidas, mas que levava um aparelho para registar a evolução da tensão arterial até quinta-feira de manhã. "Sinto-me bem", acrescentou.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo