Sociedade | 10-07-2023 07:00

Obras na Igreja de Santa Iria da Ribeira paradas há um ano

Obras na Igreja de Santa Iria da Ribeira paradas há um ano
Câmara de Santarém aprovou resolução do contrato com o empreiteiro responsável pelas obras na Igreja de Santa Iria da Ribeira e pretende avançar com novo concurso público

Câmara de Santarém aprovou a resolução do contrato com o empreiteiro e pretende avançar com novo concurso público para a execução dos trabalhos que faltam. A obra devia ter ficado concluída em Setembro de 2021.

O executivo da Câmara de Santarém aprovou a resolução do contrato com a empresa a quem foi adjudicada a empreitada de estabilização da Igreja de Santa Iria, na Ribeira de Santarém, alegando que o empreiteiro abandonou a obra. O objectivo da autarquia é poder lançar novo concurso público para conclusão dos trabalhos, que estão executados em cerca de 70%. O vice-presidente do município, João Leite, referiu na última reunião do executivo que a empresa tem ainda oportunidade de se pronunciar sobre a decisão do executivo e só depois será tomada uma decisão definitiva.
Segundo a informação técnica da Divisão de Obras Municipais disponibilizada ao executivo, o último auto de medição dos trabalhos contratuais ocorreu em Maio de 2022 e desde essa data não foram executadas quaisquer obras tendo a empresa saído do local. Estão realizados trabalhos no valor de 531 mil euros faltando concretizar cerca de 318 mil euros em obras. Numa visita técnica feita em Maio ao local constatou-se que o espaço estava ao abandono e que a igreja não se encontrava devidamente vedada, permitindo a entrada de animais, nomeadamente pombos.
Recorde-se que o auto de consignação para a empreitada de estabilização da Igreja de Santa Iria foi assinado em Novembro de 2020 com a empresa REVIVIS – Reabilitação, Restauro e Construção Lda., pelo valor de 849.934 euros mais IVA, com financiamento comunitário a 85%. O prazo de execução da empreitada, lançada pela Câmara de Santarém, era de 300 dias, pelo que a conclusão da obra apontava para Setembro de 2021. A intervenção teve entretanto que ser suspensa, em Março de 2021, devido à necessidade de revisão do projecto de reforço das fundações do edifício, o que obrigou à execução de trabalhos complementares. Essa situação representou também um aumento extra da despesa em 106 mil euros.
A intervenção, há muito ambicionada, visa eliminar as patologias que ameaçam a integridade do edifício e travar o assentamento das fundações com o reforço das mesmas. Pretende-se ainda reduzir a vulnerabilidade sísmica do templo. Os trabalhos previam, nomeadamente, o reforço das fundações do edifício e a protecção das paredes face à acção das águas pluviais. Concluída a actual empreitada é intenção da autarquia avançar com a recuperação do interior do templo, igualmente com recurso a financiamento da União Europeia.
O edifício pertence à Fábrica da Igreja Paroquial de Santa Iria da Ribeira de Santarém, que não tem meios financeiros para proceder à recuperação do degradado templo, encerrado há mais de duas décadas. Recorde-se que a Câmara de Santarém, a Diocese de Santarém e a Fábrica da Igreja Paroquial de Santa Iria da Ribeira de Santarém assinaram, no dia 30 de Abril de 2018, um protocolo visando a requalificação da igreja assumindo-se o município como dono da obra.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1672
    10-07-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1672
    10-07-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo