Sociedade | 30-07-2023 10:00

Câmara de Santarém aluga CNEMA para acolher participantes na Jornada Mundial da Juventude

Câmara de Santarém aluga CNEMA para acolher participantes na Jornada Mundial da Juventude
As instalações do CNEMA vão ser alugadas pela Câmara de Santarém para acolher milhares de peregrinos

A Câmara de Santarém alugou as instalações do Centro Nacional de Exposições, onde se realiza a Feira Nacional de Agricultura, para acolher peregrinos da Jornada Mundial da Juventude. Estima-se que fiquem ali instalados mais de quatro mil jovens. Município vai investir cerca de 80 mil euros na recepção aos visitantes.

O Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas (CNEMA), em Santarém, vai acolher 4.180 peregrinos dos 12.300 aguardados na Diocese de Santarém, segundo dados do Comité Organizador Diocesano (COD) de Santarém da Jornada Mundial da Juventude (JMJ). Em resposta à Lusa, o COD Santarém adiantou que os peregrinos que irão ficar alojados no CNEMA são de 52 grupos diferentes, provenientes de países como Espanha, França e Polónia, entre outros, sendo que, na capital do distrito, serão ainda acolhidos cerca de mais 200 jovens que ficarão em casas das 85 famílias que se inscreveram para acolhimento.
O CNEMA, o maior centro de acolhimento de participantes na JMJ no país, vai ser dotado de um “hospital de campanha”, com a permanência 24 horas/dia de uma equipa que integra médicos, enfermeiros e outros profissionais de saúde, que responderá a situações de saúde que envolvam peregrinos ou voluntários na cidade de Santarém. Este espaço funcionará como uma “área de triagem”, que só encaminhará para o Hospital Distrital de Santarém “casos em que seja mesmo obrigatório”, para “evitar sobrecarregar os serviços do HDS”, acrescentou. “Esta estrutura estará articulada com o hospital, para os casos em que for necessário, e com algumas farmácias locais”, afirma o COD Santarém.
Além da equipa médica, o espaço conta com a presença de uma equipa de vigilantes 24 horas/dia, coordenada pela equipa de vigilantes do CNEMA e onde participarão os voluntários JMJ, de forma a garantir a segurança dos peregrinos. No total, estarão envolvidos cerca de 100 voluntários, “distribuídos por três grandes áreas: peregrinos e voluntários, logística e refeições, saúde e segurança”.

Município investe 80 mil euros e aposta na promoção turística
Os peregrinos, que começarão a chegar no dia 31 de Julho, ficarão alojados nas duas naves e nos claustros centrais do CNEMA, sendo as estruturas sanitárias existentes reforçadas com a colocação no exterior de mais casas de banho, banheiros e chuveiros, disse à Lusa o vice-presidente da Câmara de Santarém. João Leite (PSD) afirmou que o município está a investir cerca de 80 mil euros, verba que inclui o aluguer do espaço, a dotação com as estruturas necessárias ao acolhimento, o contrato com a Rodoviária do Tejo para assegurar o transporte entre o CNEMA e o planalto da cidade e a aquisição de copos descartáveis e de folhetos de promoção turística.
João Leite afirmou que o município sugeriu a criação de um grande centro de acolhimento no CNEMA, pela dificuldade que a dispersão dos jovens pelas freguesias do concelho iria colocar em termos de transportes e por proporcionar maior “conforto e segurança” aos participantes, que poderão beneficiar do vasto espaço exterior existente no local.
Segundo o vereador que detém o pelouro dos grandes eventos e do turismo, foi feita uma parceria para a existência de equipamentos de ‘street food’ na cidade, no caso de os restaurantes não conseguirem responder à procura, sendo que serão, também, instalados postos de abastecimento de água. “Queremos que os jovens que vão estar em Santarém vivam também a cidade e o seu centro histórico”, disse, salientando que o município aproveitará para “promover o território, para que um dia voltem com as suas famílias”.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1672
    10-07-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1672
    10-07-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo