Sociedade | 07-08-2023 07:00

Repúdio e indignação dos autarcas de Vila Franca de Xira contra Autoridade Tributária

Repúdio e indignação dos autarcas de Vila Franca de Xira contra Autoridade Tributária
Fernando Paulo Ferreira diz que a decisão da AT não fez qualquer sentido

Presidente da Câmara de Vila Franca de Xira não esconde indignação e diz já ter transmitido o seu repúdio pela situação à Autoridade Tributária, que prometeu reverter a medida nas próximas semanas e repor os serviços perdidos na cidade sede de concelho.

Na sequência do comunicado emitido na última semana pela Autoridade Tributária (AT), onde esta dava conta da fusão dos serviços de Finanças de Vila Franca de Xira e Alverca, com funcionamento principal nesta última cidade, o município exigiu uma reunião de emergência com a AT para manifestar o seu repúdio pela decisão.
O presidente do município, Fernando Paulo Ferreira, diz ter reunido com os responsáveis da AT na terça-feira, 25 de Julho, e que a conversa não foi meiga. “Transmiti o nosso repúdio pela forma e momento como foi tomada a decisão sem qualquer articulação com a câmara municipal”, vinca, dizendo ter sido “surpreendido” pela medida. O autarca, recorde-se, sempre acreditou que os rumores que circulavam na cidade há vários meses, verbalizados também pela oposição em reunião de câmara, não seriam verdade.
“Manifestei o meu repúdio pela redução dos serviços disponíveis em VFX, sobretudo na questão da marcação de atendimentos. Não faz sentido nenhum por que motivo se deixou de aceitar marcações prévias e sem elas houve serviços que deixaram de poder ser prestados na cidade”, critica.

Serviços de marcação serão retomados em VFX
Perante as queixas do autarca, a AT parece ter voltado atrás e deixou uma promessa a Vila Franca de Xira: “Foi-me garantido que os serviços de marcação serão retomados em VFX. A indicação que me deram é a que vai no sentido da reposição de todos os serviços que eram prestados na cidade de VFX”, informa o autarca, que promete continuar a acompanhar o assunto nas próximas semanas.
O assunto voltou a ser abordado na última reunião de câmara, com a vereadora Anabela Barata Gomes, da CDU, a dizer ao presidente da câmara que bem o avisou do que estava para chegar. Em Novembro do ano passado, quando o assunto foi notícia pela primeira vez, a AT explicava a O MIRANTE que não estava previsto o encerramento do balcão de Vila Franca de Xira. Mas não explicou que pretendia esvaziar a quantidade de serviços ao dispor nesse balcão. A AT explicava que desde Maio de 2018 que estava previsto na orgânica daquele organismo a necessidade de garantir proximidade na disponibilização do serviço prestado ao cidadão e que isso impõe a manutenção de uma rede local de atendimento em cada município, ainda que com serviços diminuídos.
Como O MIRANTE já tinha noticiado, com a esperada abertura da nova Loja do Cidadão em Alverca, a AT começou a realizar mudanças na organização do funcionamento dos serviços de Finanças no concelho e anunciou mudanças na estrutura existente. Num comunicado à população explicava que desde 6 de Julho que ocorreu a fusão dos serviços de finanças VFX 1 e VFX 2 (em Alverca), ficando agora o concelho com um serviço de Finanças que funciona na Rua dos Lavadouros em Alverca. Já as Finanças de VFX passaram a ser uma mera extensão de atendimento.
“Perguntámos tantas vezes ao presidente se as Finanças de VFX iam fechar e sempre dizia que não. Afinal é verdade. As pessoas de VFX foram recambiadas para Alverca”, criticou também David Pato Ferreira, vereador da coligação Nova Geração (PSD/PPM/MPT) numa das últimas reuniões de câmara.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1672
    10-07-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1672
    10-07-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo